terça-feira, 23 de março de 2010

O E-MAIL E EU



É uma relação complicada essa. Quando vejo que minha caixa de mensagem está lotadinha, vou lá conferir, já imaginando a bizarrice que me aguarda.
Então lá estão eles. São de várias espécies e intensidades.
Os meus (des)preferidos são os que vem com ameaça explícita de praga: “se você não encaminhar esse email pra 9500 pessoas em menos de dez segundos, amanhã perderá seu emprego, seu casamento acabará, perderá seus amigos”, ou seja, o camarada encaminha os benditos ou tá lascado!
Ah, e a pessoa ainda quer receber de volta, né?
Temos também a modalidade religiosa. Alguma história fantástica e fantasiosa sobre algo miraculoso, que transformou a vida de alguém e certamente transformará a sua ao final da leitura. “Não deixe de ler, só levará uns minutinhos. Você tem um tempinho pra Jesus?”
Tem os destinados para as pessoas muito especiais, na qual o sujeito encaminha pra todos os contatos dele, muitos dos quais ele nem se comunica mais, contendo aquelas mensagens linda de autoajuda (misericórdia!).
Os benévolos, nos alertando sobre os perigos da Coca-Cola, asa de frango, os produtos Avon... dicas de como evitar assaltos, estupros, enfim.
Tem os que querem ser engraçadíssimos e nos quais não acho a menor graça! Chacoteando das mazelas alheias por exemplo. Algum idiota ao extremo gastou os poucos neurônios restantes pra elaborar um texto ridículo, dizendo entre outras coisas que “Inclusão Digital nada mais é do que um bando pessoas  pobres, burras e metidas tendo acesso de alguma forma a computador com internet”, fora outras frases totalmente esdrúxulas. É pra rir de tamanha babaquice? Euzinha não!
E os grotescos? As pessoas encaminham fotos de cadáveres. Meu Deus! Alguém me “alumia” e me faz entender qual a necessidade disso? Dia desses recebi um com imagens de adolescentes que foram cruelmente assassinadas depois de sofrerem estupros. Eu, tonta que sou, fui abrir imaginando ser...sei lá o que. E me deparei com a cena dantesca. Sadismo puro!
Além do fato dos tais serem chatos pra dedéu, ainda os recebemos aos montes. Lá vem eles, com aquela lista gigantesca dos contatos dos alheios.
Acho mesmo que estou “ficando velha e acabada”, como diria o maravilhoso Cassiano em A Lua e Eu. Pelo menos a minha paciência tá acabadinha pra esse troço.
É claro que há emails agradáveis de serem recebidos. Boa informação, texto divertido, vídeo, música, um simples “Oi, tudo bem” de alguém querido, enfim. Também não sou assim tão insensível. Já participei muitas vezes aqueles abaixo-assinados (olha o hífen aí...nem sei se tá no lugar certo) que nem sabia a finalidade. Tá pensando o que? Mico existe é pra gente pagar. Estamos aqui pra isso, nesse alucinado mundo das mensagens eletrônicas.
Bom, é o que temos pra hoje!
Agora me dêem licencinha que vou ali abrir uns emails, encaminhar todos pra vocês, e ai de  quem não me mandar de volta, viu? Já sabem o que acontece!

Beijoquinhas.

7 comentários:

  1. Há dias em que a caixa é cheia de coisas chatas, mas como recebo a notificação dos comentários feitos em meus 11 blogs por email, assim, senpre tenho a garantia de me alegrar. Adoro que ela esteja bem cheia...um beijo,chica

    ResponderExcluir
  2. Ver os emails é já um ritual, a primeira coisa que faço mal ligo o computador, também para conferir os comentários aos meus blogues, já que o resto... tanta coisa chata dessas que você mencionou. Mais alguns a dizerem da sorte que tive por grandes quantias que vou receber por ter sido escolhido não sei por quem para não sei o quê.

    ResponderExcluir
  3. Sabe, antes do blog eu ia correndo na minha caixa postal e tinha, como muito bem escreveu, de um tudo...alguns faziam minha cabeça, principalmente os de arte, criatividade messmo...outros "religiosos" às vezes chegavam em boa hora e aqueciam meu coração. Agora, com o blog mal dou conta de responder os comentários, visitar os blogues dos amigos...então a caixa postal ficou prá quando dá tempo e estritamente pros assuntos de trabalho!
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tem uma surpresa para você no meu blog.

    Veja esse post:

    http://edsoncarmo-amor.blogspot.com/2010/03/premio-dardos.html

    Parabéns!

    Edson Carmo

    ResponderExcluir
  5. hahaha...

    oi pétala...
    não costumo aderir estes e-mails de correntes, nem de mensagens de bom final de semana, ou lições de moral...por sinal, nem perco meu tempo de abrir eles, vou logo deletando tudo e deixando apenas o que realmente interessa...

    saudações alvinegras!!!

    ResponderExcluir
  6. Os de corrente são sem dúvida nenhuma os piores, tudo evolui né Pétala, se observarmos bem veremos que as correntes já existiam antes da internet, sabe lá desde quando elas existem, elas vinham pelo correio antigamente, tu vê... Até pra isso tem inclusão digital!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Hoax eu acho um praga pior do que um vírus... o vírus tem objetivo maléfico e pega que é tonto o suficiente pra sair clicando às cegas por aí ou não ter um anti-vírus decente... Hoax é pura idiotice, criado só pra dessiminar boatos e alimentar spammers... é o verdadeiro cyber-lixo...
    Mas sobre hoax: "http://www.infowester.com/col160106.php"
    Bjss Do seu hacker anônimo preferido... (não confunda com ckacker...)

    ResponderExcluir