sexta-feira, 11 de junho de 2010

MELANCOLIA



Melancolia.
Moça sorrateira, chegou que nem percebi.
Invasora de almas alheias!
Trouxe consigo um batalhão de fantasmas...
Numa peleja inglória para expulsar essa visita indesejada,
Percebo que o melhor 
é deixá-la acomodar-se,
tomar um cafezinho.
Aproveito sua distração,
o tempo de reflexão forçada.
Refaço os planos.
Decido tentar refazer os caminhos.
Ah, melancolia,
já se faz noite.
Você tem que ir.
Na vitrola Belchior ainda canta,
E me diz
Pra “viver a divina comédia humana,
onde nada é eterno”.


(Milene Lima)

8 comentários:

  1. Lindo texto! um beijo e um alegre fim de semana!chica

    ResponderExcluir
  2. Óie que tontinha... rsss Num é que agradou !!!!
    Queu sô apenas um rapaisss Latinu Americano sem parentes importantes nem dim dim nos borso e vindu do interiorrrrrrr

    Tubinho adorou a palhacinha... rsrsr

    Bezô do Macaco Mi....

    ResponderExcluir
  3. Gostei demais e achei perfeito,quanndo a coisa teima em chegar,melhor convidar a sentar e ouvir o que quer da gente,fica bem fácil mandar embora depois.Adoro Belchior! rs... Montão de bjs e abraços
    Elaine Barnes

    ResponderExcluir
  4. Milene, minha Pétala perfumada, amada!
    Gostei do novo "visu", lá em cima... Êita moça inquieta rsrs. A palhacinha, muito fôfa, tá mais com carinha de desolada que melancólica rsrs De qulaquer maneira é assim mesmo: um tal de sobe e desce que haja energia em nossas almas!!!!
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Talvez não saibas, mas a eternidade está dentro do teu invólucro classificado com a categoria de 'humano'. És muito mais do que humana... És algo que nasceu antes do próprio tempo e se extinguirá muito depois do tempo.... porque estarás ainda além do tempo...

    Beijos Gloriosos!

    ResponderExcluir
  6. Minha querida senhorita, comparar vc com Andrade e Neruda é um reconhecimento do seu dom de escrever sobre almas, como falar de sutilezas, como a visita da senhora Melancolia, que vez em quando aparece sem avisar, ou tão discretamente que nem percebemos sua chegada.
    Comparações são normais,quando percebemos que algo belo, novo está nascendo, em breve, olharão textos de outras pessoas e dirão: Vc me lembra uma escritora, chamada Milene Lima, e seu heterônima, Pétala Rosadinha.

    Beijos e admiração

    ResponderExcluir
  7. oi pétala !
    bom estar aqui novamente e ler seus textos.
    adorei o banner lá em cima . ficou o maximo !

    beijo grande !

    ResponderExcluir
  8. Que lindo,Pétala!

    Sempre muito bom passar por aqui...

    Beijos

    Lia

    ResponderExcluir