terça-feira, 24 de agosto de 2010

DE POLÍTICA EU NÃO FALO

Não! Não vou escrever sobre a bizarrice que se tornou a política tupiniquim. Li agorinha que a mulher pera é candidata a deputada federal (não vou escrever nome da pessoa fruta com letra maiúscula, podem me reprovar). O Tiririca também! E o slogan dele é qualquer coisa: "Vote no Tiririca, pior do que está não fica". Céus! Ah, a dupla de ataque campeã em 94, Romário e Bebeto, desta feita são adversários, pelo menos nos partidos, já que não concorrem ao mesmo cargo. Definitivamente não quero falar de política. Imagine se tenho coragem de dizer a vocês que o Collor está em primeiro lugar nas pesquisas pro governo aqui de Alagoas. Diria isso ainda mais ruborizada e com vontade de pedir asilo político na Coréia do Norte. Pasmem! As pessoas enlouquecem com aquele senhor cujo carisma é assustador e inexplicável. Hoje ouvi de uma colega de trabalho que ela vai votar apenas pra governador e presidente, porque os deputados e senadores não fazem nada. Aí questionei se isso não seria um tiro no pé, já que o governo estadual e federal não podem fazer muita coisa sem contar com o congresso e senado, quando os mesmos de vez em quando são forçados a comparecerem pra votar algum projeto e ocasionalmente, sem disfarçar a cara-de-pau em tirar proveito no que for possível. Tentei lhe dizer que mesmo sendo uma tarefa ingrata, mesmo estando num circo de horrores em se tratando de bons candidatos, temos que optar por alguém que possa valer à pena. Mas a moça ficou irredutível, falou que não vai perder seu tempo. Melhor mesmo deixar pra lá a política. Torcer que Outubro chegue logo e leve consigo esse emaranhado de falsas palavras pairando no ar. Que tal se eu escrever sobre... Me deixem pensar... Educação! É um excelente assunto. Ah, mas aí iria ter que citar que meu estado obteve a última colocação no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação), e que isso já não nos surpreende, infelizmente. E se eu for falar em segurança? Não, mil vezes não! Teria que compartilhar com vocês um segredo que poucas pessoas sabem, apenas aquelas que acompanham William e Fátima no JN, que minha cidade está crescendo, trazendo consigo a violência a ponto de se tornar a cidade brasileira onde mais se mata jovens. E aqui tem padres acusados de pedofilia. E o tempo foi passando e ninguém mais fala no assunto, como se tivesse sido apenas um filme de péssimo gosto, que todos assistiram e já esqueceram. Que tal mudarmos de assunto? Mas é sério! Por favor não me venham com más notícias. Queria mesmo era desligar o botãozinho da realidade só por uma semana, imaginar estar num lugar bacana, onde a indignação não fosse um sentimento em desuso, em que as pessoas se assustassem com as barbaridades em todas as suas nuances. Mundo estranho esse onde o absurdo se tornou parte do cotidiano, e não se ouve um grito de repúdio. Mundo estranho esse... Quero brincar disso mais não!


23 comentários:

  1. É minha querida, esse é o Brasil! De Lula, Collor, Tiririca... Frank Aguiar, Clodovil, Dilma, Serra, e cia ltda. Como bem diz minha sábia mãe, "hoje em dia o certo é ser errado!". Bjus.

    http://submundosemmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não é só no Brasil, em quase todo o mundo a ética há muito que foi amputada da política...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  3. Sabe, nesses tempos de estaleiro jornais, revistas e tv fazem mais parte desse todo, que de engodo não queremos participar...Nem com muiiiita reza diária estaremos livres do que nos aguarda! Tudo tão sedutoratmente collorido...aff NINGUÉM MERECE, só NÓS!!! E haja tantos nós nesse BRASILLLLLL prá se desfazer.
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. A Consciência de Euclides veio falar com ele. Passa lá e veja o que ela tem a dizer. Bjus.

    http://conscienciadeeuclides.blogspot.com

    http://submundosemmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Os humoristas são impedidos de trabalhar,temos essa tragédia grega...rs.
    Vale a pena ler o post do PP:
    "Enquanto o bom humor é podado, temos de nos contentar com isso..." http://ppresotto.blogspot.com

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. - Bela diatribe, Pétala. Gostei da sua fina ironia socrática... dá prazer ler um texto assim.
    - Aliás, estou vendendo votos. Se estiver interessada, confira nos Sete Ramos de Oliveira.
    - Abraços, Rodolfo.

    ResponderExcluir
  8. O Brasil tem memória curta e a cada eleição o mesmissímo espetáculo de circo.Ergue-se a lona,recebem os aplausos e se divertem com as próprias palhaçadas.Pior,tudo pelo bom salário e não pelo povo do Brasil. ôh Loko! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  9. Mas foi perfeito esse post, amiga! Parabéns por um dos desabafos mais sensatos que li até hoje, onde mais uma vez somos obrigados a assistir às bizarrices do horário eleitoral (isso mesmo, somos obrigados, pois no nosso país democrático não temos nem como mudar de canal para ver outra coisa).

    É por isso que não me arrependo de escrever sobre extraterrestres no meu novo blog, rsrsrs.... já que a vida nos enche de absurdos, por que não falar dos seres de outro planeta?!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá Moça!

    Incrível como o Collor consegue agariar votos apesar tudo que ele já fez, sem contar que meses atrás ele ameaçou um jornalista da revista Isto é.

    Vou aumentar sua lista de candidatos: Maguila, uns dos KLB não sei qual, filho do Raul Gil e até o Ronaldo Ésper. Como diz a música do Legião Urbana, Que país é esse?

    ResponderExcluir
  11. Seria maravilhosdo se pudessemos realmente ter esse botãozinho pra desligar ou "trocar de estação e canal"

    Aqui tá feia a coisa!

    beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  12. Pétala querida!
    Anseio e sonho com o momento em que politico for movido a bateria. Aí é só desligar!
    Será que nesse mundo inteiro, políticos andaram na mesma escola?

    Beijo, óptimo fim de semana e um forte e sincero kandando

    ResponderExcluir
  13. Eita polítiquinha tupiniquim, o que que a gente faz com ela, amiga???

    Será que não precisamos acabar com essa bizarrice

    dilma vez???rs

    Eu tb assim como vc, não aprecio falar nesse assunto, não por covardia ou por estar em cima do muro (Deus me livre, vai que eu caio de lá, não subo nunquinha!...)
    Mas é para não me chatear mesmo, pois temos outras coisas mais agradáveis para pensar e dizer e comunicar, não é mesmo, Milene?
    Claro que, se me perguntam, eu tenho meu posicionamento adulto, responsável, consciente...mas ai de mim, que até isso estão querendo tirar da gente...

    Portanto, minha linda amiga! eu fecho os olhos e imagino que já passou outubro, igualzinho como das vezes que tínhamos de tomar aquelas (argh) injeções doídas, mas não tinha jeito era tomar ou tomar, lembra? então, é desse jeitinho que faço todas as épocas de eleições...

    E peço muito, muito a Deus mesmo , que nos livre de todo o mal, amém.

    Um beijo, amiga!
    Te gosto muito e admiro sua cultura geral sobre política e desenvoltura para falar sobre ela, coisa que eu nem passo perto...rs (verdade!)
    Por isso, falo de flores, de amores, de botões, de madrepérolas, que é tudo que sei...rs

    Fica com Deus e 'não brinque mesmo disso mais não'...

    ResponderExcluir
  14. Querida,
    para manter a minha mente o mais lúcida o possível, digo mil vezes à esta cabeça teimosa: Deixa...um dia eles aprendem!
    Mas, pelo que analisamos desde o início dos tempos, estamos sempre andando em círculos.
    Vi durante minhavida um Sistema de educação ir por água a baixo. Tem pessoas que se assustam quando afirmo que antigamente a Escola era mais dmocrática. Ora, Izabel, o que é isso? Hoje há vagas, todos podem estudar!(em escolas sem professores e professores que nem sabem o que ensinar nem ganham o suficiente para viver)
    Sim... mas antes ninguém me perguntava se eu era pobre, de que cor era eu tingida. Apenas ensinavam. E davam aos alunos a oportunidade de ver todos os conteúdos.
    Hoje, já ouvi Professores dizendo: Ora, damos o básico. Só isto eles podem aprender. Em inglês, é suficiente ensinar o como atender e orientar a turistas!( juro que ouvi isto!)
    Hoje , tudo é democrático ...menos a oferta do saber! Pois os "pobres coitados" não entenderão.
    Isso é castração.
    Estou à deriva, amiga, não tenho em quem votar!!! triste, não? Dói minh'alma!
    E não é só no Brasil, a vergonha é mundial!
    Beijos no cuore, querida!
    Um post digno e belo!!!

    (aqui estou com o Blog Palavra In-Comum)

    ResponderExcluir
  15. Olá Pétala! Tudo bem?

    Compartilho das mesmas sensações do que você. Não curto discutir política, principalmente porque a maioria das pessoas são ou como sua colega, que deixam as coisas para lá e tapam seus ouvidos, ou passionais como um torcedor de futebol, que não escuta o que você diz, apenas pensa no argumento para rebatê-lo.

    É uma pena, assuntos assim deveriam ser discutidos de forma aberta, clara, por toda a sociedade. Mas para isso, precisamos melhorar, e muito, primeiro a educação. Outro ponta chave que você tocou.

    Vamos tocando em frente, não desistiremos nunca. Mas as vezes dá um desânimo... rs

    Grande abraço e obrigado pelas palavras em meu blog!

    ResponderExcluir
  16. Hoje venho prá dizer que tem lembrancinha personalizada (da festa de sexta-feira) procê lá no Divã. Quem a fez colocou Perfume...
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá Moça.

    Perder faz parte do jogo sim, a vida não é só de vitória, Aprender a perder é aprender a viver.

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Querida Pétala!

    O circo está armado, de novo!

    Ja ouvi muito, como a tua amiga, pessoas que só votam no governador e presidente. O povo não sabe o que os legisladores fazem! Então, votam em qualquer porcaria!
    E depois, reclamam!!

    Adorei o post!

    Beijos
    Lia
    Blog Reticências...

    ResponderExcluir
  19. Voltei pra deixar umbeijo e desejar umlindo dia,chica

    ResponderExcluir
  20. Olá,Pétala!
    Espero que não fiques, mas de política nós falamos, kkk!
    Fizemos um louco abaixo-assinado lá no blog, se quiseres conferir...
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  21. estão fazendo do nosso pais um grande circo .
    cada vez mais ficamos á mercê de pessoas sem nenhum criterio politico.
    tiririca , maguila, etc...
    essas são as nossas alternativas de voto. infelizmente!
    isso sem falar naquelas raposas velhas , sempre com novas ideias de ludibrir o povo.

    lembrei-me agora de um poema de eduardo alves da costa: ¨ NO CAMINHO COM MAIAKÓVISKI¨

    Na primeira noite eles se aproximam

    e roubam uma flor

    do nosso jardim.

    E não dizemos nada.

    Na segunda noite, já não se escondem:

    pisam as flores,

    matam nosso cão,

    e não dizemos nada.

    Até que um dia,

    o mais frágil deles

    entra sozinho em nossa casa,

    rouba-nos a luz e,

    conhecendo nosso medo,

    arranca-nos a voz da garganta.

    E já não podemos dizer nada.


    um beijo pétala !
    sempre é otimo passar por aqui!

    ResponderExcluir
  22. "Mundo estranho esse onde o absurdo se tornou parte do cotidiano, e não se ouve um grito de repúdio."

    Por muito que nos custe essa é a verdade dura e crua - "não se ouve um grito de repúdio".

    É a ignorância atrevida do povo que desconhece o quanto ignora e aceita a facilidade da submissão. Em Alagoas como no Rio Grande do Sul, em Caracas como na Cidade do México, no Texas como em Lisboa, em Roma como em Madrid, em Luanda como no Cairo, em Ankara como em Bagdad, em Nova Delhi como em Pequim. A aldeia é global e a ignorância total.

    Ser de esquerda é realmente cada vez mais difícil...

    Abraços Gloriosos!

    ResponderExcluir
  23. Minha minina-ternura, amada!
    Passando prá saber se tá tudo bemmmm???!!! Preparada pro final de semana prolooooooongado? Sôdades de seu perfume...
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    rsrs sabe a palavra de verificação que está? FOURTIES! Ainda há de aparecer prá euzinha FIFTIES rsrs

    ResponderExcluir