terça-feira, 21 de setembro de 2010

O IMPORTANTE É QUE EMOÇÕES EU VIVI... VIVI?


Meu intuito era chegar aos 40 anos sábia, segura, com um mundo de história pra contar. Eis que estou aqui, com os quatro-ponto-um na soleira da minha porta, dizendo que já não há tanto tempo pra lamentações, questionamentos ou “mea culpa” pelo que não foi feito. Sou um ser contraditório, essa certeza adquiri. Ao mesmo tempo em que em minha cabeça borbulham idéias, sensações, sentimentos... Que se confundem, me testam, me traem... Por outro lado uma inércia absurda parece prender meus pés no concreto. Tento me mover e não consigo. Posso facilmente desenhar os caminhos a serem seguidos, mas os passos me fogem. E o tempo passa. E o tempo cobra. Permaneço imóvel. Faço a mim mesma falsas promessas e observo quieta o não cumprimento delas. Quando me percebo, até meus próprios sonhos são por mim boicotados. Uma forma covarde de evitar possíveis dissabores, eu sei. Não gritem! Não me culpem! Me deixem ficar assim, quieta um pouco. Gosto de estar com meus pensamentos, às vezes eles me permitem as viagens mais loucas, me levam aonde jamais imaginei ir. É uma longa e prazerosa viagem. Mas sempre volto. Quando dou por mim, meus pés estão novamente presos no concreto, inertes, impotentes, embora eu saiba que a qualquer momento meus pensamentos me conduzirão a novos passeios pelo mundo onde posso ser... Intensamente ser.
                                                                                   

10 comentários:

  1. Ah minha minina-ternura...inquietamente apaixonante, amada!
    Isso é só o tal "inferno astral" rsrs que em poucos dias passará e você passarinhando será e voará, sempre, nos perfumando! Amanhã conto com suas palavras (de preferência doces rsrs)no Divã!
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    P.S: e a danada da Vê? Tá sossegada ou deixando-a inquieta?

    ResponderExcluir
  2. "Por que você não quer ficar tranquila um pouco? Seu rosto é mais bonito rindo. "

    “A insustentável leveza do ser”: “O homem, porque não tem senão uma vida, não tem nenhuma possibilidade de verificar a hipótese através de experimentos, de maneira que não saberá nunca se errou ou acertou ao obedecer a um sentimento. Tudo é vivido pela primeira vez e sem preparação. Como se um ator entrasse em cena sem nunca ter ensaiado”. ( Milan Kudera )

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Milene!
    Acho que nossas vidas também são divididas em semanas: segunda-alegria, terça-felicidade, quarta-sorrisos, quinta-beijos, sexta-abraços, sábado-aniversário, e domingo-tristeza. Espero que amanhã seja segunda em você ("viver é melhor do que sonhar")!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  4. "O viajante ainda é aquele que mais importa numa viagem ."

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  5. - Xô, bicho-ruim!
    - T'arrenego, capeta!
    - Sai, curupira!
    - Ô moça, a primavera está aí, você tá na contramão! Ponha um raminho de arruda na orelha pra espantar esse baixo astral... você não tem o direito de privar os amigos daquele humor delicioso, receita exclusiva sua...
    - E se a Vê anda te incomodando, eu tenho um recado do Fi pra ela... é impublicável, mas ela sabe qual é.
    - Sai logo do ninho e comece a voar por aí. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Tens toda razão em querer ficar à sós com os pensamentos.Precisamos disso e então nos aprumamos novamente,né?

    beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  7. Olá Moça.

    Também não canso que escutar a música Oração ao tempo, também acho que na voz do Djavan ficou muito boa, é opinião de fã não sei se vale..rsrs

    Também quero ficar no meu cantinho quieto, preciso colocar algumas ideias em ordem, fazer um balanço da vida.

    Tempo,tempo,temp,tempo...

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi, amiga...

    puxa vida, e tem coisa mais bonita que isso????

    Essa é você, simplesmente Milene, com seus altos e baixos, mas sempre linda e admirável!

    Beijossssss

    Fica triste não, o tempo é implacável com todo mundo, esse chato.

    ResponderExcluir
  9. Só uma palavra.... A-V-A-C-A-G-À.... rss

    Beju

    ResponderExcluir
  10. Olá querida amiga,

    E o tempo passa umas vezes rápido,
    outras vagarosamente rindo na nossa cara, porque não nos sincroniza-mos com ele. Mas será que não é mesmo assim, ora correndo atrás dele, querendo fazer tudo aquilo que deixa-mos para trás, outras um passo à frente temendo bater asas fora do bando? É aí que com os pés no chão mas não assente o pensamento, que voamos para lá do imaginável, ou dentro de nós buscando essência para de novo caminhar.

    Bj carinhoso e meu kandando - divagando porque navegar é preciso...

    ResponderExcluir