quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

EU QUE NÃO SOU

Entrada no Labirinto - Margarida Cepêda

Disseram que sou cronista. Justo eu que não sei quase nada das letras... Cronista?! Admito! Me assusta um tanto a conjugação do verbo ser. É bem mais relaxante esmiuçar o verbo estar. Pouco compreendo do que sou. Sigo aproveitando os meus constantes e variantes estados. Estou muitas a cada dia. E me surpreendo, me gosto, me causo repulsa! Me questiono, me contradigo, me amo! Nomes carregam uma carga um tanto pesada. Nomes são pra sempre. Nomes me desenham e esperam de mim que eu seja... E não quero ser. Quero estar. Prefiro a irresponsabilidade de não me chamar coisa alguma. Gosto de desfrutar das possibilidades de estar tantas, sem nomes, sem rótulos. Apenas estar... Sorrio à ideia da meiguice e sensibilidade... E ao dobrar a esquina, posso querer berrar todos os palavrões por nada, apenas gastá-los sem motivo, pela simples vontade de fazer acordar os que colocaram pra dormir seus corpos cansados de serem.
Quero gargalhar despudoradamente, alto e forte. E em seguida trazer o silêncio, me perder nele... Me deixar ir na quietude tumultuada dos meus pensamentos. Preciso do branco e do negro. Desejo o doce e o amargo. Eu quero o Sol e a chuva. Me mostrem o bom e o ruim! O encanto se dá nos contraditórios que fundem uma nova e imensurável sensação. Que graça há em ser, estaticamente ser? Que me deixem menina, reparem meus pequeninos olhos que sorriem. Que me ouçam ternura. Que me ouçam sussurros! Que me queiram carne, fêmea, fúria! Deem os nomes que quiserem, muitos, lindos, duros, amores! Mas cá dentro de mim, a ciranda sentimental que me impulsiona me faz irresponsavelmente estar a cada instante uma mulher diferente. Aliás, agora, sinto uma alegria contida em estar cronista... Daqui a pouco? Nem sei...


20 comentários:

  1. NóssiNhóra... Tudo isso e ainda com Aninha Carol arrebentando ( amocêisduas ) A sua escrevedura e o Cantimento dela....

    Deussssssskiajude
    Pedi X Tomei
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. Lembrei até de uma música de um moço chamado Caetano... por onde andará Caetano...Ouvi dizer que um outro Caetano anda cantando como ele... Mas, muito diferente daquele que escreveu, Língua
    Gosto de sentir a minha língua roçar a língua de Luís de Camões
    Gosto de ser e de estar
    E quero me dedicar a criar confusões de prosódia
    E uma profusão de paródias
    Que encurtem dores
    E furtem cores como camaleões...
    “Minha pátria é minha língua”
    Foi um dois melhores, heim..
    GOSTEI PRA CARAI...[ Ixi que gafe falar assim, né... agora é que ngm mais me dará créditos]

    Demais esse texto, demais!

    ResponderExcluir
  3. A menina além de cronista brinca com as palavras e desenha ventos que trazem o cheiro róseo da fêmea. É gritante dentro desse texto a inquietude desta alma que oscila entre a gaivota do branco e a estampa dark da falta de luz.
    Pétala que sorri e deita em campos de margaridas sonhando com a lua banhada entre desejos que podem ir do acre até o néctar mais doce que já se tenha provado.

    É isso MI, você inspirou esta pessoa que vos "fala" de tal maneira com essa maravilha de texto que eu nem pude me conter, e acabei por comentar poéticamente.

    Deu futebol.... Fazer o quê? rs
    Você está cada vez melhor, tenho orgulho de ti minha afilhadinha das letras.
    megabeijo da Lu

    ResponderExcluir
  4. Fia... tô num surto de mudez verbal... adorei o texto... te amo!
    Luck

    ResponderExcluir
  5. Ahhh Memem amada minha..
    Belissima escrita como todos os outros...
    te juro que sou suspeita a falar!
    Mas vou ser bem rasgadinha como costumo ser...

    Aqui é uma corrente beemmmm gandona néh?

    Então me permito admirar, gostar, me apaixonar, ser fã, e amar diga se de passagem os blogs...
    (pois as letras mostram a alma do dono)

    Do que se sente do que se éh!

    Admiro quase todos, gosto de muitos, sou apaixonada por vários, sou fã de alguns e amo poucos...

    Você amada minha é daquelas pessoas que mesmo sem querer brinca com o vento e manda beijo pro sol sem perceber...
    Recebe a lua de madrugada faz poesia na companhia dela e não se da conta do que brotou...

    Escreve e domina tudo que escreves!

    Ai chega aqui com esse coração lindo que tens mostra o que de fato és e ainda não quer ser?
    existem títulos memem amada que não nos damos recebemos...
    e desses não se fogem!


    ah... ah você eu amo viu!

    beijO memem linda ....

    ResponderExcluir
  6. Tá se achando né?

    Quanto mais coisas tu puder ser melhor, Milene! Se puderes experimentar todos os cheiros, sabores, sentimentos e loucuras que vão pelo mundo afora, tanto melhor será para ti e cada vez mais terás o que relatar aí nas tuas letras e, eu, cá, como os outros degustarei com prazer teus escritos.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. - A diferença sutil entre ser e estar é perfeita nas línguas românicas e praticamente nula nas de raízes germânicas, incluindo o inglês, para o qual é impossível transladar seu texto magistral sem "perda substancial de substância". Sorte nossa você "ser" o ser que é, em seus múltiplos estados.
    - E você, minha linda e multiforme amoeba proteus, sabe perfeitamente o valor que tem, como cronista, e como tal não careces elogios.
    - Ah, mas sei que estás agora menina dengosa e mimada, gatinha que adora cafunés, e dou-lhos, sem fugir à verdade:
    - Maravilha de texto, moça! Leitura deliciosa,leve e profunda ao mesmo tempo. Belíssimo e fiel auto-retrato, que suscita na mente do leitor a imagem exata (coisa dificílima) que o autor quer transmitir!
    - E a cada dia, um certo "Certificado de Excelência" fica mais valorizado, graças a você...
    - Aplausos ritmados e beijos agradecidos, Mi. Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Mais uma amostra da sua fluidez com as palavras...
    Tudo muito claro e inspirado, como é do seu feitio!
    Continue com essa sinceridade!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Linda crônica, sim!!!beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  10. Olá, Milene!
    Adoro as conjugações dos seus verbos!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  11. Milene,
    A cada novo post aumenta o meu prazer em a ler. O seu talento está a vir ao de cima, sabia?
    Ah, escolheu uma belíssima imagem!

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  12. Você esta bem sempre, menina!
    Letras belas e bem arrumadas.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Milene, minha querida amiga!! Tudo bem?

    Que saudade de voltar em seu espaço. Este ano espero ter um tempo mais tranquilo para visitar os amigos.

    Cronista, escritora, blogueira, tanto faz. Muito bom o que escreveu, o que importa é fazermos com amor, elogios e nomes são bem-vindos Mas a essência é a mesma.

    Um ótimo ano pra você, minha amiga! Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Milene,
    parabéns, você É cronista e tenho muito prazer em lê-la ...
    beijo enorme

    ResponderExcluir
  15. Olá Mi...
    Gosto dessa forma escorreita de colocar cá para fora o que já não seguras por dentro.
    Até compreendo que se nos colocarem um rótulo ficamos presos a essa responsabilidade.
    Chame-mos então o que quiser-mos ao que escreves e, não te importes com tal. O que interessa mesmo, é que quando leio teus artigos e desabafos, me parece que te escuto e isso faz do momento uma "conversa" agradável no prazer de te "dizer" algo após te "ouvir".
    Os temas, sempre os mais diversos e interessantes, coisas da vida e do nosso quotidiano.
    Um prazer estar à tua companhia.

    Kandandos, até já...

    ResponderExcluir
  16. Narrar é talvez o estado humano mais parecido com a levitação e você é excelente quando o faz.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. Então não posso chamá-la de nada? E convocá-la por tudo que és? "Querer é poder" dizem por aí... então eu POSSO: AMO VC DE VIVERRR minha minina-ternura, amada, pétala rosada, perfumadora de minha'lma, Memém, cronista e.... e....e...e...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  18. Hei tem um mimo pra
    vc lá no meu viver.
    beijO boa noite..

    ResponderExcluir
  19. Lindo!
    Mi,a cronista de coração romântico!

    Desejo um lindo 2011!

    beijo!

    ResponderExcluir
  20. Convido-lhe para visitar o “Devassus Sexus”/ http://devassussexus.wordpress.com/

    Um espaço para a liberdade, ampla, geral e irrestrita do sexo, sem máscara, ou maquiagem.
    Venha!
    Você vai curtir demais.
    Para ver as outras publicações é só clicar nas setinhas.

    Beijos do jeito que você imaginar e desejar.

    ResponderExcluir