segunda-feira, 4 de abril de 2011

Feito Uma Manhã de Domingo



“Acho que sábado é a rosa da semana”.

Essa frase belíssima não me pertence. Não apenas pela beleza intrínseca, mas porque ouso não compactuar com o pensamento de Clarice Lispector. O sábado me intriga, os fantasmas gritam tão alto a ponto de me ensurdecerem, por isso gosto imensamente quando sua noite me deixa. Ela me desdenha, desafia a vivê-la e reparo de soslaio, sem lhe dar muito merecimento.

Gosto das manhãs preguiçosas de domingo, ligar o rádio baixinho e continuar dormindo. O melhor mesmo é que tivesse quarenta e oito horas o domingo, sem a noite pra confrontar a dizer da ciranda maluca chamada semana, recomeçando impiedosa. No lugar da noite, haveria a cumplicidade do dia a nos permitir diminuir a intensidade dos passos, deixando a vida vir serena, tocar na vitrola uma música alegre e tirando-a, moça faceira, pra dançar.

Mas não há como deter a sisuda segunda-feira. Ela invariavelmente nos cobra obrigações e caminhadas a passos largos, em absoluto se permite comover pelo romantismo displicente do domingo. As regras são suas e não se abstém de abrir a semana como uma inspetora severa, querendo idéias, exigindo projetos a serem realizados nos dias seguintes. Autoritária, grita: “Acordem seus preguiçosos, não me venham com essas caras de ressaca e não ousem me confundir com o domingo, aquele fracote sentimental. Tomem um café forte e aviem!”

Desafiadora, carrego comigo a malemolência do fim de semana pra não me deixar exaurir de imediato, logo no dia dessa fulana exigente. Me apresento a ela sem disposição alguma, mas vestida de muito bom humor, minha arma para ludibriar suas maçantes vinte e quatro horas.

Essa semana, acordarei todos os dias com a sensação de contentamento. Lançarei um sorriso antes mesmo de abrir os olhos, enquanto penso: “Bacaninha, tudo está bem melhor agora”...

Beijos displicentemente românticos feito uma manhã de domingo, meus queridos.


13 comentários:

  1. Resumindo assim como Garfield, Clarice Lispector odiava as segunda-feiras, igualzinho a mim inclusive, beijão Mi.

    ResponderExcluir
  2. Engraçado, senti saudades de vir comentar por
    aqui assim nessas madrugadas insones minhas...
    Venho então e delicio me de tanta inspiração.
    Sou bem assim tua fã, então nessa suspeita do
    que sou sigo admirando tudo que escreves !

    Bem sabemos do nosso bem querer .
    Sempre!
    Ah e sobre a segunda sigo preferindo ela ao
    domingo !

    beiJO minha memem amada...

    ResponderExcluir
  3. É bom mesmo iniciar a semana trazendo em nós a doce alegria do final de semana...Lindo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Que todos os dias sejam um eterno domingo de paz, abraços

    ResponderExcluir
  5. Don't worry...
    'cause every little thing gonna be all right!
    Acordou em "alfa" né, Mileninha?
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. - O melhor das segundas é fazer planos para o próximo domingo.
    - Beijos com sabor de ontem, moça.

    ResponderExcluir
  7. Um beijaço de segunda-feira, menina.
    Mas que vitrolinha legal!!!

    Bj.

    ResponderExcluir
  8. Memém


    adoro a segunda...sabporque???

    é o dia mais distante da próxima segunda...

    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir
  9. Vivo numa constante e longa segunda, mas esse post me fez espreguiçar e sorrir...

    Uma pombinha branca de unhas vermelhas pousou na minha porta cantando doces músicas de melodias puras e verdadeiras...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Ah vitrolinha linda. Milene, que saudade! Ouvi muito na casa da tia Lourdes, os "LPS" do Fernando Mendes(risos). Faz um bom tempo, viu?
    E a amável e preguiçosa segunda-feira, sempre ela a me levar a cama nas costas.
    Bjo supercarinhoso. ♥

    ResponderExcluir
  11. Serve quarta-feira? Semana essa de guinada...mas guenta aí que eu tô resistindo daqui a não sumir numa 2ª qualquer (de preferência assim, com gosto de domingo)
    Beijuuss, amaaaaada, n.a.

    ResponderExcluir
  12. Olá querida amiga Milene Lima, agradecendo a gentileza de sua visita e gentil comentário. E o sábado é um dia para mim também, sempre bem vindo, o ócio, o cochilo da tarde e um bom vinho...depois o domingão (que não é do Faustão) para relaxar...e a segunda, bom! Aí é outra história...

    Paz, harmonia e muito mais inspiração em seus dias,
    PS: E Bob é música de qualidade,

    forte abraço do leitor amigo,

    C@urosa

    ResponderExcluir