domingo, 10 de abril de 2011

Relicário


Sucumbi! Me rendo, jogo a toalha, humildemente desisto. Peço desculpas aos meus amigos, credores de confiança em mim, permitindo a publicação de seus textos e poesias lá no Relicário, mas não é mais possível continuar. Tenho estado estranha aqui nesse mundo das letras, tenho pensado e repensado, decidido e voltado atrás tantas vezes sobre querer ficar ou não, mas sei que quero... Sei? Tenho tentado manter a alegria, meu moinho de vento, motivo principal em ter vindo pra cá, apenas e tão somente pra me divertir. De repente percebo que as palavras ganham um peso muitas vezes desnecessário e isso me assusta.

Bom, mas o assunto aqui é o Relicário, cantinho mais querido, baú aonde eram guardados as coisas bacanas escritas pelos meus amigos ou dos caras da música e arte em geral que vez ou outra eu os conduzia ás cegas pra se fazerem presentes por lá, sem que eles nem imaginassem, é claro. Não estou mais conseguindo levar os dois blogs (três, contando com minhas eventuais participações no Quiosque), me falta o entusiasmo de outrora e sem ele não há enredo fácil.

Quero continuar publicando meus amigos aqui, criando uma sessão especial pra isso, ideia ainda fragmentada nos meus miolos confusos, porque me honra homenageá-los, porque são merecedores de todos os aplausos. Se ainda vão me permitir tal ação, aí são outros quinhentos.

Ah, nem é o fim do mundo... Pra que tanto drama? Simples seria se não fosse euzinha a ter tomado essa decisão mais indecisa sob a face da terra.

AC, Kimbanda, Léo Santos, Lu Cavichioli, Moisés Poeta, Rodolfo Barcellos, Si Fernandes, gentis amigos e colaboradores e os queridos seguidores... Relevem a sutil insanidade que me aflora. 

Obrigada, sempre!



13 comentários:

  1. Memém

    nem vou sofrer...não ia lá...só vinha cá..

    nem vou sofrer...

    nem vou chorar

    aiiii...snif ..snif...

    sofro por ti...choro por tí

    mas faça o que te faz bem..somente

    beijocas

    amo-te

    Loisane

    ResponderExcluir
  2. Faça tudo que quiseres, pois é tudo da lei.

    Bj

    ResponderExcluir
  3. Milene,
    Você tem razão, não é o fim do mundo. Aliás, é clássico o cansaço que todos os blogueiros vão sentindo ao fim de determinado período de tempo. Um bom descanso faz milagres, o vício por blogar faz o resto. :)

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  4. - Tranca o teu Relicário;
    - Guarda-o no teu coração.
    - É este mimo literário
    - Da rosa o menor botão.
    - E muito pelo contrário
    - Tua Inquietude é razão
    - Para novo itinerário
    - Das rimas que aqui estão,
    - E sem rito funerário,
    - Pois no tempo vindimário
    - Virá a ressurreição...

    - Moça, essa me deu trabalho... mas tudo de bom pra você. Te gosto.

    ResponderExcluir
  5. Fechar o Relicário até que tudo bem, realmente é muito difícil manter a qualidade em dois ou mais blogs.
    Mas dá para fazer como você mesma disse, uma sessão do Relicário aqui no Inquietude, onde você poderá administrar bem estando os dois aqui, fazendo essa fusão.
    Mas uma coisa não concordo...mesmo que se sinta cansada das letras, das palavras, e tem receio do peso que elas ganham, achando desnecessário. Mas será desnecessário mesmo? O direcionamento das mesmas,é que nos faz refletir. É importante perceber os dois lados da moeda, para assim, tiramos conclusões mais fundadas dentro do que precisamos. Você nunca poderá fechar a sua boca, nunca poderá de dizer a SUA verdade...pois é mulher de fibra. O mundo precisa da sua opinião, mesmo que nem todos concordem, mas ninguém agrada a todos mesmo, entende? Cada um tem uma visão, mas com certeza, o que fala, os assuntos pelos quais você aborda, nos leva a uma reflexão, o que já acho muito bom.
    Você é maravilhosa no que predispõe a falar e fazer, desistir não é característica sua.
    Não vejo isso em você.
    Uma excelente noite.
    Um grande abraço.
    Menina "inquieta" que adoro.

    ResponderExcluir
  6. Passei por lá hoje. Deparei-me com " este blog foi removido". Mas, não é o fim do mundo né? rsrs
    Continuemos com Inquietude e seu selo de qualidade.
    Bjokas. Ótima semana.

    ResponderExcluir
  7. Mesmo fora eu to dentro
    Afastada em meu canto, te leio
    Você é flor do meu jardim
    e nunca te esqueço

    meu afeto,cara mia.

    Lu C.

    ResponderExcluir
  8. Uma pena Mi, mas seus amigos estarão sempre aqui com certeza, eu estarei pode acreditar.

    ResponderExcluir
  9. Não sofra linda minha.
    A Relíquia dessa estória é 'você'!

    meus beijos sempre...

    ResponderExcluir
  10. Milene, como sugeriram, e como outros já fazem, nada impede que você de vez em quando publique textos de amigos aqui, numa espécie de "Sessão Relicário", assim acho que dará menos estresse.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Olá, Milene!
    Às vezes precisamos tomar decisões difíceis na vida, mas infelizmente são necessárias!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir