terça-feira, 19 de abril de 2011

TRÊS VEZES AMOR


Tripla homenagem aos queridos aniversariantes, cativos no meu coração:

Dezenove de abril, dia do índio nasceu ela, a branquela do Cadoz, terra do tapete rosado, amor da minha vida desde sempre. Só nos faltou nascer do mesmo ventre, mas nos sentimos irmãs, somos primas e amigas, em tudo o que implica essas palavrinhas. Nos primórdios as cartinhas e bilhetes trocados, tendo nosso avô como mensageiro, era nosso veículo de comunicação. Aliás, o Vô é pessoa importantíssima na nossa relação, ousou passar só pros olhos miúdos dela o tom azul do mar das Alagoas. Desaforo, viu? Não há um só dia em que não nos falemos, via MSN ou celular, misturando nossas vidas, partilhando problemas e acima de tudo muito riso... Não falarei aqui das tantas vezes em que riu de mim, de cócoras feito uma índia parindo, por não conseguir ficar de pé tal era a crise de riso, em virtude dos meus micos impagáveis. Não falarei! Ah, as nossas férias juntas, preciosos momentos... Dessa mulher pequena, cuja força não tem dimensão, digo de minha admiração. Cedo teve que engolir o choro e seguir, deixou de lado inquietações adolescentes e urgente se fez adulta, trilhou seu caminho entremeado por um tanto de incerteza e desamparo, mas acima de tudo muita garra. Marrenta a baixinha, isso é fato. Briga por si e mais ainda por quem ama. São quatro décadas e mais um aninho seguindo juntas e é apenas o começo. O infinito nos espera, Miss TPM a quem tanto amo... 

Amanhã, vinte de abril, a primavera é do Jean, aquele mesmo cujo dedão do pé foi pisoteado pela muletinha em protesto, meu irmão, amigo, pai, anjo protetor. Meu norte, porto seguro e todas as classificações que tentem representar o quanto uma pessoa é significativa na vida de outra. Ele é assim, do tipo que cuida, faz o máximo pra tornar mais fácil os caminhos dos que lhe cercam, generoso sem propagar. Faz porque é de sua essência. Sujeito sério, de respostas contundentes. Se não é a verdade nua e crua a intenção, então não o questione. Dourar a pílula é definitivamente arte que não domina. A frase “O Jean disse que...” é imediatamente foco de atenção por todos, pois sua opinião/bronca/elogio é todo o tempo respeitadíssima. Das vezes em que me melindro sem querer acompanhar as pessoinhas nas viagens, ele me pergunta sem titubear: Seus problemas de saúde vão diminuir se ficar em casa? Não, né? Então arrume suas coisas e pronto! E eu vou. E é sempre maravilhoso... Me rendo de encantos ao seu jeito firme de conduzir as coisas, sem perder a matiz alegre, de garoto brincalhão, festeiro. Partilhamos o mesmo gosto musical, comungamos das idéias acerca da vida e suas nuances nebulosas. Na realidade, tudo isso é pra dizer da estranheza que seria minha vida sem a sua existência. Sou verdadeiramente mais feliz e uma pessoa melhor porque o tenho do meu lado, incansável. Também por isso dedico o meu amor imensurável.

Depois de amanhã, dia de Tiradentes, é a vez da titia fazer aniversário. Tia Minim de todos, bravinha quando erram a pronúncia desse seu apelido (no registro é Emília), tomou pra si a minha vida e assim vive desde que nos tornamos essa pequena porção da família. Quando nos demos conta, éramos as duas, uma pela outra e sua doação de tempo e zelo me causa um tanto de constrangimento, embora eu saiba que tenha sido genuíno e ela não saberia fazer de outra forma. Um tanto arredia à primeira vista, uma mulher miúda e cheia de afeto quando se tem um maior contato. Suportamos até o azedume de ambos os lados e aqui confesso ser o meu um tanto maior. Tadinha, como é quem mais convive comigo, automaticamente é forçada a tomar sem açúcar o suco desse limão galego. É uma forma egoísta de pensar, eu sei, mas tenho convicção de que “cuidar” de mim, esse bebê fofo e lindo, lhe dá uma espécie de sentido, preenche um vazio causado pela vida, por ela mesma, sei lá... Só sei da grande bênção que é tê-la na minha vida, dos cuidados, da cumplicidade. Até as rusguinhas presentes apenas na vida dos que se amam muito são importantes.

Aos três, obrigada por me permitirem amar...

14 comentários:

  1. Ahhhhh, que coisa mais lindaaa! Só tenho a agradecer a Deus por permitir que tu faças parte da minha história.
    Incrível a nossa sintonia! Estás sempre disponível para ouvir as minhas 'lamentações',rsrsr... mesmo sabendo que elas vêm juntas da bendita TPM. rsrsr
    Obrigada, viu? Sem o teu carinho, cuidado e zelo... os meus dias seriam bem mais difíceis.

    Parabénss ao Jean... primo querido e a tia Minim... SAUDE e FELICIDADES!!

    Bjossss e maiss bjosss

    ResponderExcluir
  2. Que legal esse teu jeitinho de homenagear.Parabéns para todos e um beijo pra ti!chica

    ResponderExcluir
  3. Sempre gentil e doce essa menina Milene.

    Bj.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pra todos eles, e também pra você Mi que é TDB com certeza, beijão.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns aos três.
    Com certeza você 'memem' amada é o melhor
    presente deles...

    Um beijo linda minha.

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindo minha minina-ternura derramando o seu lado doce de ser sobre esses amados seus... Então, deixo aqui pra eles um tantão de amor, alegrias, saúde, harmonia...e é pra desfrutarem assim: garrados nocê e ocê neles!
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  7. - Parabéns à prima Cida,
    - Ao Jean e à Minim
    - (acho que falei certinho;
    - não quero que sobre pra mim).

    - Eita que este ano a Páscoa
    - Vai ser muito especial,
    - Com o tríduo da Memem
    - Emendando no Pascal!

    - Beijos, Milene... abraços e parabéns a todos.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns aos queridos da querida!
    E principalmente a meus zóinho d'água!Minha chuchuzinha linda, CIDOCA!
    AMO TU, MINHA PRETA.

    ResponderExcluir
  9. Memem

    como poderiam agir diferente com você?
    Merecedora de amor profundo e sincero...tal qual o meu por ti...

    Parabéns aos teus queridos...

    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir
  10. Olá, Milene!
    Então, parabéns à todos e todas!!!!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  11. Afiei os meus ouvidos e ouvi minha saudade.

    Porque para me por no compasso, as vezes busco letras de suave manuseio.

    tudo muito bonito por aqui . até a Cida apareceu...

    feliz aniversário pra ela e seus outros queridos.

    um beijo grande !

    ResponderExcluir
  12. Parabéns ao trio que aniversaria tão juntinho, e a você, por escrever a eles esta homenagem tão cheia de sentimento!
    Abraços, Milene!

    ResponderExcluir
  13. Nossa quanto homenagiados fico feliz por todos eles: a branquela com seus olhos e charme perfeito, o titio durão mais muito prestativo e a titia minin impasciente mas muito amorosa....

    você é arrasa titia nas suas postagens.
    Te Amo.....

    ResponderExcluir