quarta-feira, 15 de junho de 2011

MOMENTO VERGONHA ALHEIA



Todos já devem ter usado ou escutado a expressão “vergonha alheia”. Por muito tempo eu sentia esse troço inquietante, mas não conhecia a denominação, apenas era tomada por um constrangimento crescente quando via alguém cometendo bizarrices contra si próprio.

É comum ter esse tipo de sentimento despertado por componentes da classe artística. Vejam bem, não se trata de achar bizarro esse ou aquele estilo musical, nunquinha! A questão é que muitos ultrapassam o limite do ridículo, como é o caso do meu “vergonha alheia” número um, o estupendo dublê de artista, Latino. O que aquilo significa, pelamordeDeus? Um dia, num passado não tão distante, alguém falou: “Meu querido, vista-se numa roupa ridícula, invente uns passos de dança nonsense total e arremate com umas letras de música que digam absolutamente nada. O público brasileiro te chamará de artista”... O problema é ele ter acreditado nisso tudo e está até hoje me fazendo ficar rosada ao cubo por ele... Tenho um amigo lá no Rio que vive dizendo sobre a belezura da nossa amizade, que é “tudo junto e misturado” e eu falo pra ele, peloamordemeupadimciço parar de falar isso, porque me remete ao moço rebolativo e logo em seguida uma nauseazinha me acomete.

Mas hoje o meu momento "vergonha alheia" vivi com aquela moça, que já não bastasse ser irmã da Gretchen, inventa de cantar pra piorar a situação. Lembram da Sula Miranda, né? Movimentando o controle remoto, parei no Programa do Ratinho (por favor não espalhem essa informação) e estava lá a Musa dos Caminhoneiros e atual cantora Gospel, toda  serelepe cantarolando uma canção tirada lá do fundo do seu baú, cujo nome mimoso é Caminhoneiro do Amor... Lindo! Pois é, um dia também fizeram-na acreditar que era cantora e por culpa desse inconseqüente estou eu aqui, carregando esse trauma. Pai do céu! Não acreditei naquilo! A coreografia da música era algo inenarrável. Quando a letra falava em “caminhão” ou “volante” ela dava uma sutil reboladinha (nada a ver com o Conga La Conga da irmã) e fazia com as mãozinhas o movimento de direção. E eu ali, hipnotizada, sem conseguir desviar meu olhar. Só me restou cruzar os dedos e torcer pra agonia acabar logo... Sou solidária, pessoas, me preocupei com elazinha.

Por que a vergonha alheia tem disso, ao mesmo tempo em que a gente se constrange, quer tirar o outro imediatamente daquela situação terrível, há um ímã prendendo a atenção na cena dantesca, como se fosse preciso ver até o fim pra crer na realidade daquilo. Na festa de confraternização lá na escola senti gritante o constrangimento pela minha colega quando achou uma boa ideia tocar Os Incríveis e ela liderando o coro (des)entoando “Eu te amo, meu Brasil, eu te amo”... Desacreditei! Procurei olhar pra qualquer outro lugar, menos focar ali, porque minha vontade era rir muito... Ou chorar de desespero pelo king kong das minhas colegas.

Outro que desperta meu instinto de compadecimento é o Pelé... Ou o Edson... Sei lá! É justo isso, quando um deles está dando entrevista, falando sempre na segunda pessoa. Não  há no mundo maior publicitário da marca Pelé do que o Edson... e vice-versa, chega a ser irritante. Ele(s) deve(m) nem dormir de noite com medo de sere(m) esquecido(s), eu sinceramente penso que é caso de dupla personalidade. E cantando, misericórdia!  "A, B, C... A, B, C, toda criança vai ler e escrever", lembram? Ele realmente pensa que é cantor e cometeu outros atentados além desse.

Bem quis postar o vídeo da Sula cor-de-rosa Miranda, mas não encontrei nenhum com a coreografia bacaninha, então trouxe o Latino. Vejam esse vídeo de fazer Tom e Vinícius se revirarem de inveja pela belíssima poesia e deixem fluir a vergonha alheia que existe em vocês. A expressão dramática dele, a letra incrível, enfim, todo o conceito é fantástico, mas adoro especialmente quando ele urra “estou vivendo um triangulôoooo...”. Arrepiante, no pior sentido da palavra. Sejam fortes e vejam até o final.

Minha solidariedade.
Beijo!



13 comentários:

  1. Tenho vergonha alheia pelas 2 "artistas" citados no post, mas o Pelé calado é um poeta já dizia Romário, beijão Mi.

    ResponderExcluir
  2. rssssssss...cada uma que vemos que temos mesmo que ter vergonha ,rsrs beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Milena minha amiga.. o que nao se faz pelo dindin...
    E o pior e que tem que gosta desse apelo todo.
    Mas o clip e hilario..obrigada por fazer meu dia comecar rindo..rindo para nao chorar!!
    Bjkas
    Ma

    ResponderExcluir
  4. - Deixa eu ficar na minha que a Milene tá com gana hoje. Vai que ela erre a pontaria...
    - Mas não. Ela é combatente experimentada. Ô Mi! Peraí que eu vou pegar minha bazuca pra entrar na briga!
    - Sugestão para penitências (anotem, confessores): Para pecadinhos: Assistir dez vezes a esse vídeo; para pecados mais cabeludos: uma semana de Ratinho (ou similares - há tantos...)
    - E vamos à luta contra a mediocridade (ou será miniocridade?)
    - Beijos sob fogo cruzado, comandante!

    ResponderExcluir
  5. Aaadooooro vc garota..
    Concordo em numero gênero e grau...
    com vc e com Rodolfo, mas poxa vida Rodolfo
    alivia aí a penitência ninguém merece né..
    Não sei qual seria pior esse vídeo aí ou de sula
    miranda.. afff!
    beijo Memem amada..

    ResponderExcluir
  6. Bom, pra começar esse vídeo é um lixo e o resto, restinho mesmo como Ratinho e Cia deviam ser jogados no buraco negro, bem longe da Terra.

    Quem esses dois pensam que são? Dick Farney e Lucio Alves, cantando Teresa da praia?
    Me erra!!!

    blogada sensacional esta!
    bacio amada

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkkkk... sem noçao, mesmo.
    Assistindo o vídeo, lembrei-me de outro 'artista' não menos ridículo que o Latino, o sem noção Reginaldo Rossi...patético! Afff

    ResponderExcluir
  8. Cá tb há muitos desses "artistas"! loll
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. POis é... a atual "qualidade" das celebridades brasileras é um dos motivos pelo qual não assisto mais televisão!
    Fica a sugestão, pra você se livrar dessas experiencias visuais desagradáveis: na internet você pode selecionar melhor o conteúdo do seu lazer!
    =D

    ResponderExcluir
  10. Pô, Mileninha, arrasou com os bregas!
    Mas esse clipe, convenientemente, foi feito num cenário adequado, pois é mesmo uma típica conversa de boteco!
    Quanto ao Pelé, o que ele foi no futebol deve ser lembrado, enquanto o que ele falou ou cantou é melhor esquecer...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Prá uma recém operada bucal, que nem pode rir, que nem pode ficar de cabeça baixa, que nem pode falar...é penitência pior que a dor! Passei pq disse que tava com sôdades d'eu e isso eu arrumo um jeitim de acabar é logo!
    Beijuuss, minha minina, n.a.

    ResponderExcluir
  12. Oi Milene, bom dia. Acabo de descobrir teu blog através da Ma e descobri que existem mais pessoas que como eu pensam que nosso mundo esta em decadência muito por culpa da televisão que nos oferece programas inteligentes como Ratinho e similares. Não entendo como um Faustão pode se manter no ar por tanto tempo, graças a ele meus domingos à tarde servem para tudo, menos ficar na frente da globo. Uma amiga tua tem razão, na net podemos escolher nossos programas, assim como escolhemos nossos blogs a serem seguidos. Um grande beijo no coração.

    ResponderExcluir