quarta-feira, 1 de junho de 2011

O BRUXO E A FLOR - Sonhando em Prosa e Verso


Quem sou? Resto de sonho, de loucura?
- Ou serei a essência, o sumo final?
- Sou luz clara? Nasci da noite escura?
- Sou retalhos de sonhos? Sou real?

- Os sonhos que um dia foram chamas
- Em cinzas se aquietaram afinal;
- Mas novos surgem, irrompendo em flamas
- Das brasas apagadas mal e mal.

- Erguendo-me do leito, inda cansado,
- Percebo ao lado o teu vulto indistinto
- Testemunha de meu sonho realizado.

- Não é delírio, engano do instinto; 
- É a prova que em meu sonho foi sonhado
- Que é real todo o amor que por ti sinto.




(Rodolfo Barcellos)





O SONHO - Picasso


Eles me chegam sem que eu os convide, invadem e fazem festa no meu sono. Me deito, deleito, aceito... Embarco nas minhas ilusões e me sinto viva. Por eles sou eterna caminhante, errante, livre das amarras do impossível. A cada passo mergulho mais fundo em meio aos devaneios, divago frases desconexas, me alimento delas. Enquanto sigo no meu caminhar flutuante, percebo que eles podem se fazer gigantes ou anões, de acordo com a intensidade do meu anseio. Então se apresentam curtos, fortes, quentes, doces. É preciso não parar de seguir ao seu encalço... Se caminhar mais rápido tenho a impressão de poder tocá-los e é indizível  a sensação, sinto como se me voasse a alma. Não posso faltar a eles, são meus, únicos e intransferíveis. Lá onde me levam posso ser quem eu quiser. Sou louca, anjo, fúria, santa.... pássaro livre. Me atiçam as fantasias mais surreais. Sou quietude e movimento, calmaria e ressaca. Quero-os benditos e insanos, etéreos e profundos. Venham coloridos, me contem mentiras reconfortantes, elas serão a mais absoluta verdade. E no meu despertar, que não me deixem só, extravasem, invadam também o meu dia, permeiem meus passos acordados. Enquanto me guio pela luz do Sol, quero manter acesa a sensação de que meus sonhos estão ali, por um triz, a qualquer instante posso alcançá-los. Sem eles, os sonhos, eu nada sei... Eu pouco sou.



(Milene Lima)

16 comentários:

  1. ... Por falar em sonhos estou indo dormir, mas antes levo em minha mente (viajante em si mesma) este soneto riquíssimo de meu poetamigo RR, que de tão belo fico a devanear em todos meus delirios. Seguidos por esse texto que desce leve em brisa onirica, revelando que sonhar é mesmo ter asas,quando se tem somente ilusões.

    Aplausos, meus queridos, por tanta delicadeza dentro da beleza!

    Bacio aos caríssimos RR e ML

    Lu Cavichioli

    ResponderExcluir
  2. Não podia deixar de elogiar a imagem que emoldura o post, O Sonho de Picasso. Ficou simplesmente Perfeita.
    R.R. Barcelos e Milene Lima. Que dupla heim!!
    Primeiro posso dizer, do fundo do meu coração da admiração que sinto pelos dois.
    Gosto de vocês e gosto de graça.
    Vocês me passam uma sensação boa, de pessoas que acrescentam. Digo isso de coração.
    Adorei a poesia. Sempre bom sonhar..acordado ou dormindo. Eu sonho mais acordada que dormindo.
    E a escrita da Milene, o que dizer?
    Linda como sempre. Milene escreve lindamente, navegando por qualquer modalidade de escrita.
    R.R.Barcelos..obrigada pelos seus comentários em forma de poesia. Adororei.
    Milene, obrigada plo carinho..realmente, é como no filme Ghost. Ali ela fazia uma peça em torno.
    Romantica aquela cena.
    Hoje quita feira, posto tb na www.tessiturapoetica.blogspot.com
    Hoje postei Clarice e Amor.
    Se tiverem um tempinho..passem por lá!
    Um beijo..meus queridos amigos,
    Ma

    ResponderExcluir
  3. Os sonhos nunca acabam, sempre se renovam, se transformam, mas nunca param de brotar, graças a Deus deve ser chato viver sem sonhos com certeza, beijão Mi :-)

    ResponderExcluir
  4. Bruxinha querida, com tantos sonhos nos faz sonhar.

    BJ.

    ResponderExcluir
  5. - Mi, acho que você sabe do imenso prazer que sinto quando você me convida a compartilhar de sua inquietude. É como se valsássemos, um casal solitário, à luz das estrelas, aos acordes de uma valsa antiga e bela, cujo nome se perdeu... essa música que existe sem orquestra, porque vem de dentro de nós.
    - Amo-te, dançarina. Toma a minha mão e juntos nos inclinemos ao aplauso de tantos e tão bons amigos... sob a luz das estrelas.

    ResponderExcluir
  6. Essa parceria só dá coisa boa!
    É um desafio de expressões e idéias em verso e prosa!
    Beleza!
    Abraços a ambos!

    ResponderExcluir
  7. Milene, em relação ao teu comentário n'O Asteróide, eu retirei a postagem porque minha intenção nunca foi de fazer comparação, mas apenas mostrar o contraste de culturas e épocas que eu encarei ao longo da vida.
    Mas, você mesma admite que lhe pareceu uma comparação.
    Assim, considerei pertinentes as críticas, porque partiram de pessoas que eu considero, como você(que foi sim a quem eu me referi), e por que reconheço minha falta de habilidade com certas coisas.
    Eu vivi na tua região, de onde só saí para atender a uma necessidade familiar, pois planejava ficar para sempre! Mas, presenciei e vivenciei os preconceitos injustos com a gente daí.
    Mas, não se preocupe, pois isto não me causou nenhum trauma, eu sou uma pessoa de decisões rápidas (sejam certas ou erradas) e, por isso mesmo pronto a aceitar meus erros ou "inadequações"! Sem mágoas!
    Um abraço, galeguinha querida!

    ResponderExcluir
  8. Nossa que intenso.
    Tanto a poesia quanto o texto. Adorei ambos.
    Cada um forte e vivo ao seu modo.

    Sonhos sempre dão ótimos temas e sempre serão os temas indiretos de todas as coisas já escritas.

    ResponderExcluir
  9. Seus lindos, meus amigos...Me fizeram sonhar.Logo eu, que tenho sonos leves e sonhos rápidos.
    Amei.

    ResponderExcluir
  10. Já falei um tantão de vezes, mas repito: essa dupla de prosa e verso, Mi e Rô, AL e RJ né pouca porcaria nauuummm...já tem até nome os filhos (não me lembro rsrs)e sou (se não for substituída por novas bem-querências)madrinha de um!
    Beijuuss, minina ternura, n.a.
    Beijuuss, bruxo poeta, n.a.

    ResponderExcluir
  11. Deus nos deu muitas coisas, e a maioria delas está sob nosso controle ou sob controle de alguém.

    Mas Sua sabedoria e Sua bondade é tão grande que uma coisa nos deu sem que ninguém pudesse nos privar: nossos pensamentos e nossos sonhos...

    E você escreveu maravilhosamente sobre eles!

    Grande abraço!
    Adriano

    ResponderExcluir
  12. Ontem meu comentário não entrou, voltei para, em pé, aplaudir a ambos...arrepiada pela emoção!!

    Sonhar é o princípio da realização, o momento da criação. Sem sonho, pouco somos, Mi. Brasas sopradas, sonhos flamejam, Rodolfo. Meu Deus, quanta beleza!
    Beijo duplo, cheios de carinho!!

    ResponderExcluir
  13. sem eles, preciosos sonhos, somos quase-vivos.


    =)

    um lindo dia pra ti.
    bjsmeus

    ResponderExcluir
  14. Os sonhos é a melhor bagagem que podemos carregar todos os dias.Gostei muito do seus versos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  15. Estou fora querida minha.
    por isso a ausência daqui e
    de nossa companhia constante.
    jaja volto e colocamos a fofoca
    nossa de cada dia em dias ..
    Te conto tudo em primeira mão tá
    como combinado rsrsrs...
    Um beijo e saudades muita...

    ResponderExcluir
  16. Mi,

    Os sonhos muitas vezes me levantam, me fazem pensar...

    Bom domingo.

    Bjs

    ResponderExcluir