quinta-feira, 9 de junho de 2011

O OLHO E O SONHO


Quem imaginaria, em tempos distantes, que dentro desse objeto frio tantos encontros poderiam se dar? Gosto dessa magia, gosto das tentativas que muitas vezes naufragam, mas em outras é absurdamente recompensadora.

Esses dias eu e minha intensa curiosidade fomos parar num blog bacaninha, cujas palavras me ganharam de cara. O sujeito desanda a escrever lá do fundo de sua alma, esmiúça os sonhos mais loucos, sem pudor de se deixar desvendar, assim como eu insistentemente faço. Embora meio desconfiada com aquele “olhão” me espiando, pensei: “esse sujeito é dos meus, vou ficar”... E de repente estávamos os dois nos identificando com os nossos devaneios.

Um dia ele me emprestou o vento. Roubei um pouco da sua chuva. Um dia nos percebemos preocupados com o bem-estar mútuo. Combinamos que passearíamos na praia, num fim de tarde qualquer enquanto conversávamos sobre tudo... Ou compreenderíamos nosso silêncio. Sentimos vontade de nos abraçar e desse jeito fazer o outro ficar melhor. Quando nos demos conta, numa dessas madrugadas insones... estávamos amigos.



HÁ MOMENTOS EM QUE ESTAR LONGE É UM TANTO MAIS DOLORIDO, QUANDO SE QUER DAR UM ABRAÇO NUM AMIGO É UM DESSES INSTANTES DESPRAZEROSOS. FIE, ESSE É O MEU BOA NOITE A TI, MEU ABRAÇO CÁ DISTANTE, MAS QUE DE TANTA FORÇA HÁ DE CHEGAR AÍ... 

BEIJOOOOOO...

9 comentários:

  1. Senti esse abraço daqui, em meio aos meios costumeiros devaneios, sonhos e inconstâncias peculiares da minha alma senti toda a sua presença me ajudando nessa noite fria de quinta.

    Obrigado por estar comigo, amiga querida. =)

    ResponderExcluir
  2. Mi, que lindo. Há amigos, que mesmo distantes, nos conseguem abraçar de forma mais intensa e aconchegante do que aqueles que estão aqui e podem fazê-lo fisicamente. Os amigos que estão distantes, como este de que falou, nos abraçam com as palavras, com o sentimento, é impagável, é incomparável. Tenho uma amiga, da Itália, ela se apaixonou por um brasileiro, talvez por isso, ou pelos amigos de longe, quem sabe pelos dois motivos, ela escreveu no seu subnick: "As pessoas certas moram nos lugares errados.", é. Talvez. Vai saber. Outra vez quando me questionaram sobre o porque disso, falei: "Talvez se morassem aqui, do nosso lado, aos nossos olhos não fossem tão maravilhosas como são agora.", mas isso, eu sei que não se encaixa a todos. Há aqueles que moram lá longe e ainda assim, conhecemos mais do que conhecemos o nosso vizinho.
    Eu, uma romântica sem remédio, uma pessoa que se apega fácil e fortemente aos amigos (os de cá e os de acolá), sofro com a saudade, com a distância geográfica. Mas como dissestes... O meu abraço de tanta força há de chegar a todos eles.
    Parabéns por mais esta.

    Beijos,
    Débora.

    ResponderExcluir
  3. que lindo...
    encontros não são por acaso. quando a energia cruza, não há desvio!


    =)

    um bj, querida!

    ResponderExcluir
  4. - Mi, por mais que você queira disfarçar, você é mulher de sentimentos fortes. É essa força que se transmite ao seu abraço, que rompe fronteiras e cruza oceanos. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Que coisa mais linda. Emocionante esse texto e ainda mais ao ver a dedicatória! um beijo,tudo de bom,lindo fds,chica

    ResponderExcluir
  6. São essas coisas que fazem da blogsfera um lugar fascinante!
    Se descobrem afinidades, se iniciam amizades,se trocam afagos poéticos...
    E as coisas parecem valer mais quando vem de pessoas sinceras!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Tá bauuummm... não vou ficar com ciúmes do "olhão", nem dessa amizade e sabe pq? Fui lá, dei uma zoiada e enxerguei doçura. A mesma que esses olhos das Gerais enxerga aqui!
    Beijuuss (hj mando com ressalvas de: tô esperando sentada, visse?)n.a.

    ResponderExcluir
  8. Milene..

    Poxa..bacana mesmo. Esta afinidade que temos mais com uns e menos com outros.
    Encontros de almas..
    Imagimamos a pessoa, o cotidiano, criamos afetos..
    amigos..
    É tudo muito mágico mesmo!
    Um beijo..
    MA

    ResponderExcluir
  9. Penitencio-me por não vir cá mais vezes:).
    Excelente! vou voltar.
    Abraço

    ResponderExcluir