domingo, 21 de agosto de 2011

POEMA FALADO


18 comentários:

  1. Fantástico! O que mais dizer de Bandeira?
    E voce, minha lagartinha listrada, sempre me provocando espanto com sua genialidade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Manuel Bandeira tudo de bom com certeza, e mesmo ocupado não poderia deixar de entrar aqui e te visitar beijão Mi saudades da blogosfera mas já já tou voltando :)

    ResponderExcluir
  3. Milene...estou encantada!!

    Saiu perfeita!! A voz..que clama..
    Pudesse ouvior muitos poemas nesse timbre, neste encanto.

    Mas uma vez me rendo a seu talento!!

    Te li no livro do Rodolfo!!!rsrs Adorei te elr lá!!

    Grande beijo..

    ResponderExcluir
  4. Lindo ouvir tua voz nessa poesia linda!beijos, ótimo domingo!chica

    ResponderExcluir
  5. Milene, que bom ouvir tua voz...
    Tão suave e delicada, nem parece ser da "espoletinha" que escreve!
    Mostrando seu lado ternura...
    Abraços e bom domingo!

    ResponderExcluir
  6. Eita, voz linda! Minha amiga, vamo combinar né?!
    Esse poema do Bandeira é lindo, e na tua voz, ficou ainda melhor!
    Falando em voz... Você sabe como tá a minha, né?! Muito sexy, claaaro... --' Que rouquidão filha da mãe!
    Minha amiga, eu ouvi quando me enviou, e depois, e depois, e hoje pela manhã, antes de conectar a internet, e agora, de novo. Você encantou a todos, Mi! E eu estou morrendo de saudade, tenho que dizer. Pena que não pude ligar ontem por causa do problema com a voz. Entro no msn mais tarde para falarmos, acredito. Também estou louca, muita coisa para ler, da faculdade.
    Mas calma, amiga, estou cuidando da minha garganta, não se preocupe, logo logo ouvirá a minha voz que você tanto ama... rs

    Beijos,
    amo você!
    Débora.

    ResponderExcluir
  7. olá Mi querida!

    que coisa! o "desencanto" virou encanto.
    mania minha, inventar voz de cada um que me comenta ou quando leio suas artes por onde escrevem.
    agora tu tem voz nas palavras já escritas, ditas e por dizer e escrever.
    ADOREI!!!

    beijo e kandandos meus a atravessar tanto mar...
    inté amiga.

    ResponderExcluir
  8. Belo , belo ,belo....
    Eu tenho essa voz guardada no coração
    e arquivada no meu HD rsrsr...

    O poema já é lindo , ficou um show ..
    beijo moça que admiro...

    ResponderExcluir
  9. Ahhh!!! Qui Munitinhu... rss

    Nem num consigo imaginar essa voiszinha xingando o Macaco, veementemente... rsss

    Deusssssssssssssssssssskiajude
    Beijo Milouquinha...
    Tatto

    ResponderExcluir
  10. Espetacular a dupla.
    Sua voz, fez jus ao poema.
    Parabéns.
    Uma semana produtiva.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. Deveria colocar o vídeo no YouTube. Falta ter um vídeo assim, com um poema tão lindo, declamado, recitado tão bem como você o fez.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Ahhh que delicinha nossa Mi, declamando Bandeira!

    Saudade em ouvir-te miga, desde o msn... Te lembras?
    Lindo momento, obrigada por ensolarar minha segundona, posto que Sampa anda carrancudo e cinzento.

    meu afeto

    bacio, cara mia!

    ResponderExcluir
  13. Milene, adorei te ouvir nesse poema falado. Aliás, a ideia genial nos propiciou esse momento gostoso - eu me permiti relaxar neste dia nada fácil...obrigada, viu!!

    Bjo GRANDÃO!

    ResponderExcluir
  14. Declamar um poema pra você é fácil,
    você o faz com naturalidade e emoção.
    isso se deve ao imenso respeito que você tem pela poesia.

    De minha parte lhe sou grato
    por esse belissimo presente.

    beijo-te !

    ResponderExcluir
  15. Aff... que isso de escrever um tantão e desconetar, do nada, me tira do sério! Achava que essas quedas eram privilégios só de Arapiraca rsrs. Disse que fiquei encantada com esse Des_encanto...Minha minina pura ternura declamando com essa voz...hum...sei não...xápralá rsrs. E fiquei imaginando um outro, sendo declamado, com a porção que insiste (em me fazer descer goela abaixo...e eu recuso sempre!)agri. Tem jeito naummm, visse?
    Aqui, mesmo que não tenha me ensinado, aprendi, copiei e levei tudim que me pertence. Como disse prá Dê e prá todos, quero tocar todas essas letrinhas, pra trazer mais perto você (como se já não o fosse!).
    Beijuuss, amaaaada minha, n.a.

    ResponderExcluir
  16. Excelente declamação de um excelente poema:)!
    Bjo

    ResponderExcluir
  17. Eu já te disse que tua voz é linda?
    Que és trovadora pura, por inteira,
    Cantando os versos de Manuel Bandeira
    No teu gorjear de poesia infinda?

    Beijo.

    ResponderExcluir