terça-feira, 6 de setembro de 2011

NA PRIMEIRA MANHÃ



Escrever é a missão, não importa o tema. Preciso de motivo pra postar essa música do Alceu Valença, porque ela habita há dias meus ouvidos e mente. Por que talvez eu esteja por aí a cruzar ruas, estradas e caminhos, como um carro perdido em contramão... Eu realmente precisava.

Tenho travado uma luta inglória com a segunda-feira, clamo para que ela me erre, mas não tem mesmo jeito. As sete da matina ela me sorri sarcástica e diz: Lascou-se, Dona Milene, cheguei! É bom sair dessa inércia e pegar o rumo do trabalho.

Chatíssima ela, pessoas!

Mas tudo ganhou outros ares quando me lembrei do feriado de quarta-feira. Bacaninha! Tá chegando o dia da pátria. No meu tempo de colégio escrevíamos isso em iniciais maiúsculas, tamanho era o respeito pelas coisas do nosso Brasil varonil. Cantávamos o hino. Quer dizer, eu enrolava direitinho, porque essas coisas de ritual sempre me deram sono. Mas ficava lá na fila com cara de paisagem, fingindo acreditar que “Já podeis, da Pátria filhos, ver contente a mãe gentil, já raiou a liberdade, no horizonte do Brasil”... A liberdade já raiou, mas se perdeu aonde? Alguém é livre sem poder colocar o nariz pra fora de casa por medo de perder até a roupa que usa, ou apanhar se não tiver nada pro moço meliante levar? Alguém consegue sentir o cheiro da verdadeira liberdade com tanta feiura pelas calçadas e becos? Com escolas perdendo a sua identidade e não sabendo mais pra onde caminhar? Ah, os clichês! Como retratam bem a realidade... Inexoráveis clichês!

Espero que dê tudo certo no desfile lá em Brasília e os moços da pirâmide humana não caiam uns sobre os outros. Seria lamentável. Aquele desfile empolgante perderia em muito a sua beleza. Aliás, alguém sabe que horas passa na TV? Preciso programar meu despertador pra não perder um segundo do espetáculo... Tem cavalos lindos.

Acho que já enrolei o suficiente, agora já posso postar o vídeo e correr pro ninho. Brava gente brasileira, vou-me! Final de mais um post aonde o título não tem lhufas a ver com o texto, mas é mesmo assim, “um canto demente, absurdo”... 


11 comentários:

  1. Tua Lucidez me desperta ainda mais para questões pontuais, como estas que deflagrou aqui com tamanha simplicidade.
    Encanta-Mi...
    Beijo, querida, bom feriado pra ti!

    ResponderExcluir
  2. Muito legal pois passeaste por tudo um pouco aqui e tudo com razão de ser... Liberdade? Não a temos nem de andar pelas ruas, nem as crianças na escola e tararã, tararã...Paro pra não começar meu dia subindo a pressão,rsrs beijos, bom feriado e tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. O que dizer desta postagem que o próprio nome das tuas páginas já dizem - INQUIETUDE...
    A música de Alceu e teu texto fundiram-se em amálgama perfeita.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. MilenA...

    Se o país tem um dia e é feriado, e tem tumêm um hino pra ser idolatrado!!!

    - Elejo, a musga "Na Primeira Manhã" o teu Hino.. E toda Segunda o teu dia pra ser feriado... rss
    - Quê Tejê promulgado isso!!!

    Deusssssssskiajude
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  5. Coisas que não se ensinam nas escolas:
    Canção do Expedicionário
    Por que será?
    Abraços, brasileira!

    ResponderExcluir
  6. Aqui ó: eu ciumo messssmo, visse? Ainda não aprendeu que sou assim com quem amo? De um lado Dê, irmiga, e de outro vc, minha minina-ternura...só pode dar trem baummm! Então deixo pq sou generosa, mas num abusa. Quero saber do mininu Cris...manda imeio preu. Quanto a independência...."tem cavalos lindos" kkkkkkk. Vou ali, passar o dia ensolarado, na tentativa de dar meu grito: INDEPENDÊNCIA OU VIDA! Quero ambos...of course.
    Beijuuss, minha Pétala, n.a.

    ResponderExcluir
  7. Mi, com segundona ou naum, vc fez uma blogada genial. Me fez viajar no tempo e ver minha turma na quadra em dia de solenidade cantando os hinos com todo aquele ar de mãe gentil mesmo! Era uma coisa linda!
    E depois o RR me fala na Canção do Expedicionário... ah foi a conta!
    Fui no youtube ouvir os hinos.... e acredite: chorei de saudade daquele tempo, Mi!

    Obrigada menina linda, minha pequena notável. Por essa blogada.
    Fique feliz, amanhã já é quinta ! rsrs
    bacios amada!

    ResponderExcluir
  8. Demais ! simples assim..
    Não preciso falar muito !

    Mas concordo viu, que esta
    inxirida é mesmo uma desaforada..

    Meu beijo moça que amo...

    ResponderExcluir
  9. Ah nem vou tentar abrir o vídeo.
    Já sabe porque né? rsrs mas vou ouvir
    essa musica sim com certeza...

    ResponderExcluir
  10. ¨ Um amigo me chamou para cuidar da dor dele.
    guardei a minha no bolso e fui ... ¨


    Saudades suas , querida !

    ResponderExcluir
  11. PÓS-ESCRITO *

    Essa frase ai de cima e da nossa querida Clarice lispector.

    ResponderExcluir