quinta-feira, 3 de novembro de 2011

ATIVISTAS VIRTUAIS - PARTE FINAL


Vamos lá. Não costumo replicar comentários das minhas postagens porque... Por que? Nem sei ... Não me habituei a isso e desse jeito foi ficando.

A exceção se faz necessária hoje, em virtude do pequeno quiprocó sobre meu penúltimo texto. Me chamaram de petista. Disseram que eu fui gentil demais com o ex-presidente molusco, e li algumas opiniões, um tanto destoantes do que escrevi, sob o meu humilde conceito.

Não gosto da intransitoriedade do verbo “ser”, portanto, tenho certeza de ser poucas coisas nessa vida e petista é condição da qual me desfiz há muito tempo. Aliás, não acredito mais em política, em pessoa incorruptível quando se embrenha nesses caminhos tortos. O sistema é uma merda, é fato! A minha descrença, porém, não me impede de saber da minha responsabilidade em escolher direito quem me representa no poder público. Pra todos os efeitos, o cara me representa. Pro efeito que vale, ele representa a si próprio e uma minoria que o favorece. O que pode uma população tão gigantesca e tão inerte fazer pra mudar esse quadro de total descrença? Isso é papo pra outra hora...

Por agora pretendo ressaltar que em momento algum afirmei ser favorável ao tratamento vip do Lula nos melhores hospitais enquanto a população se ferra nos corredores superlotados dos hospitais públicos. Sou usuária do SUSto desde sempre. Sou porque preciso, porque os planos de saúde, corja de filhosdeumaégua, decidiram que eu não sou uma boa usuária pra eles, tenho patologias demais, então fiquei à mercê da sorte, do SUS e do meu bolso pra pagar consultas e exames vez ou outra. Eu sei como funciona essa merda toda. Os caras vestidos de branco ganham uma miséria por consulta, cirurgia, exames ou qualquer outro procedimento e descontam tudinho no péssimo atendimento à população. Vejo isso bem de pertinho, só não espio a fundo nos olhos deles porque eles nos atendem de cabeça baixa, porque pra eles representamos apenas alguns reais. Tenho plena consciência de que se a minha vesícula resolver perder de vez a paciência comigo, a saída vai ser correr ligeirinho num banco e contar com um empréstimo de três mil e quinhentos reais, pra retirar essa minha indesejável companheira. Isto porque os médicos se recusam a fazer tal cirurgia pelo SUSto, e alguns resistentes só estão agendando pra daqui seis meses... No mínimo. Não, eu não fui com Alice ao país das maravilhas.

Isto dito, reafirmo que em momento algum defendi o sistema patético de saúde pública, muito menos me opus ao direito de indignação de ninguém. Se não tivermos mais nem isso, aí lascou-se tudo de vez. Eu só não curto nem compartilho linchamento. E nem me refiro à campanha morna do Facebook ou Twitter, e sim ao acesso de cólera e sentimento de vingança dos raivosos injuriados que nunca se conformaram ter um sujeito como ele no comando do país. Se ao invés de malas, meias e cuecas megalotadas de dinheiro, o roteiro houvesse sido positivo, ainda assim ele teria sido indigesto aos acostumados com os políticos estilo padrão, os rouba-mas-faz.

Não cometeria o burricídio de defender o político Lula ou qualquer outro desse espécime formado por genes estranhos. É o exagero, a bestialidade, o preconceito que me incomodam, jamais a campanha inocente do Facebook e outras redes sociais. Mas foi apenas um desabafo completamente dispensável de minha parte, porque muitas coisas nesse mundo virtual me soam feias. Os bravos guerreiros ocultos em apelidos descolados se enchem de força pra agredir, humilhar, lançar discriminações das mais variadas formas... Uns desaprovam, outros curtem e vida que segue.

Ponto final.


10 comentários:

  1. Milene, acho que os acontecimentos que acometeram o ex-presidente, em função de declarações anteriores dele mesmo em relação ao SUS (que seria uma maravilha!) suscitaram declarações muito polêmicas e algumas eu diria até raivosas e impróprias, em função da ironia dos acontecimentos.
    Eu vi reações semelhantes em diversos sites que abordaram este assunto.
    Mas, como eu já disse, eu acho que não tem nada a ver!
    Quando acometido de um problema de saúde sério como este, nunca ouvi falar de alguém que deixasse de procurar os melhores meios que os seus recursos permitem para se tratar!
    Notadamente um ex-presidente, seja quem for.
    E Lula, independente de seus atos políticos, ainda é um ser humano e tem todo o direito de receber o melhor tratamento que puder obter, apesar de o mesmo não ocorrer com a grande maioria dos pacientes que tiverem que utilizar o precário sistema público de saúde.
    A Lula, eu desejo o melhor sucesso no seu tratamento!
    Aos pobres pacientes que dependem do SUS, eu só posso externar a minha dor por ver diariamente nos jornais da TV o sofrimento e a angústia de pessoas sem nenhuma alternativa, nos corredores sem atendimento, sendo mandadas de volta para casa sem tratamento, vendo sua situação piorar sem socorro, percorrendo uma via sacra por diversos postos e hospitais!
    Seria bom se os problemas de saúde que acometem governantes passados e futuros trouxessem a eles momentos de reflexão para pensar nessas pessoas e fazer alguma coisa para realmente melhorar a saúde pública, acabando com as mazelas de médicos e servidores se afastando e reclamando e fazendo greves por falta de recursos,
    e do desperdício de equipamentos modernos e necessários encaixotados por falta de coisas básicas e por relaxamento e desleixo dos responsáveis,
    e de hospitais federais que eram referência desabando aos poucos pelo abandono e descaso das "autoridades"!
    Dinheiro para isto existe, sem necessidade de reativar o assalto da CPMF. Só de corrupção, saem pelo ralo anualmente R$ 85 bi dos nossos impostos!
    E você, se em algum momento acreditou na nova corrente política que trazia como bandeira o fato inédito de um homem vindo da camada operária como futuro presidente, pensou como a maioria dos brasileiros, que o colocaram lá!
    Agora, você já externou sua decepção, como pessoa consciente que é!
    Os que se opunham a ele também não eram santos e o que fariam se eleitos nunca saberemos!
    Só sabemos que esta degradação da educação e da saúde, e a impunidade cada vez maior dos responsáveis já vem ocorrendo há diversos governos e cada vez é maior!
    Assim, não se aborreça pelas diversas reações causadas ao abordar esse assunto tão polêmico!
    A insônia me fez acordar a essa hora e escrever tanto! Desculpe se me estendi demais!
    Abraços, querida!

    ResponderExcluir
  2. Milene vc me fez lembrar de algo que vi no facebook tb. Fotos espalhadas do lunático Kadafi por todos os cantos do site, fazendo apologia a tortura que ele sofreu e me senti muito no meio da selva com pessoas colocando em altares essas fotos horrorosas...
    Para mim alguem que cultua algo desse tipo não tem diferenca alguma do monstro que ele foi, só não oteve coragem de cometer tal ato AINDA!

    Desculpe, sei que nã otem nada a ver teu post, só me lembrei e quise me expressar, mesmo porque me sinto igualmente decepcionada com auqeles que acham que jogar pedras em uma pessoa doente agora está certo!

    Adorei teus 2 textos, concordo contigo!

    ResponderExcluir
  3. Meu abraço solidário, Milene.

    Assim como Lula e o PT decepcionaram tanta gente, esses urubus e o Facebook (e outras "redes sociais") andam me causando engulhos. Raramente as visito e estou pensando seriamente em cancelar minha inscrição. Mais que a ignorância, a baixaria e a autopromoção narcisista e desenfreada que lá campeiam, revolta-me o prazer explícito que muitos integrantes mostram em chafurdar na lama da maledicência. E ponto final.

    ResponderExcluir
  4. É querida infelizmente as redes sociais tem se tornado armas nas mãos de muitas pessoas , na verdade acho que elas não tem noção de que palavras e desejos torpes lançados ferem milhares de pessoas com sentimentos e tão humanos quanto elas. É triste mas é o que mais tem se visto por ai.
    Beijos Perfumados

    ResponderExcluir
  5. Desde que os covardes descobriram que poderiam agredir sem correr o risco de serem agredidos fisicamente, povoaram a redes sociais, injúrias e agressões gratuítas se espalham como pragas, todo mundo é crítico e todo apontam dedos, dedos estes imundos!!! Dá nada não Milene... só devemos saber quem é realmente o dono da palvra justa...

    ResponderExcluir
  6. Adoro vim por aqui por que sempre saiu um pouco reflexivo sobre o que pensavas antes...

    Adoro ler tuas opiniões!

    ResponderExcluir
  7. http://g1.globo.com/pop-arte/fotos/2010/04/tirinhas-rei-emir.html#F278119

    Desculpe por mais um link, mas eu acho que essa tirinha resume bem o que aconteceu.
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Pra mim a tua opinião foi bem clara no post, flor.

    Mas, enfim, acho que fez bem em argumentar.

    E sobre o meu, claro que pode levá-lo quando quiser, será um prazer.

    ;)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Só encontrei lucidez por aqui - estampada com elegância e liberdade de expressão (esta sim, usufruída com propriedade!)
    Assusta um pouco o que vejo nas redes, há uma intolerância disfarçada de opinião própria, e uma agressividade gratuita, como se fora válvula de escape. Tá ficando difícil é encontrar por onde escapar...

    Tuas argumentações pertinentes tornaram o primeiro texto ainda mais bacaninha. Eu curti, moça querida!!
    Bjos procê!

    ResponderExcluir
  10. Milene,
    Senti tudo quanto disse neste e no anterior post. Acerca de concordar ou não concordar, digo-lhe que não esperava outra coisa de si.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir