terça-feira, 20 de dezembro de 2011

PEQUENAS MUVUCAS COTIDIANAS




Decidi ir ao comércio. Minha irmã, cabreira por saber de toda a minha disposição para eventos do gênero, pergunta: “tu tem certeza que quer mesmo ir?”... “Claro, oxente, bora lá!”

A missão nem era ir ao comércio, meu itinerário se resumia a uma única loja. Eu queria comprar bombons e demais guloseimas pra montar uma cestinha natalina pra minha amiga Rafaela. Lembro de quando fazíamos juntos o PROFUNCIONÁRIO (nem queiram saber da chatice desse curso), lembro do zoião da nêga pra cestinha mega-elaborada que o meu amigo oculto recebeu no dezembro da época, há dois ou três anos. Cruzou os dedinhos, mas não havia sido ela a contemplada. Afora isso e infinitamente mais importante, não casualmente eu me lembro dos seus gestos de amizade gratuitos. Rafaela é dessas pessoas que nasceram pra fazer o bem, fazer melhor a vida de quem está ao alcance de suas atitudes generosas. “Olha, vou estar trabalhando amanhã por essa hora, mas qualquer coisa me liga, largo tudo e vou aí segurar tua mão”... Foi assim a sua fala quando eu choramingava, cheia de frescura e medo de fazer minha primeira endoscopia digestiva. E como posso esquecer de como ela me segurou pela mão e me conduziu ao término desse curso, ignorando minhas ligações pra dizer que não ia mais... “Nem pense em desistir! A gente se ajuda, Mil”. Ela me ajudou, muito, sempre.

Cinco minutos após estar no local eu já começava a descompreender aquela muvuca. Gente demais, apressada demais, calor digno de uma filial do inferno, minha cabeça berrava de dor, minha irmã me olhava como quem pensava “eu sabia que ela não suportaria meio minuto” e Maria Clara empurrando o carrinho pelos corredores congestionados, toda pomposa cuidando da tia. Larguei tudo com ela e fui à caça de uma cadeira. Precisava me sentar, respirar... Loucura! Nesse momento desejei imensamente me teletransportar para uma praia deserta, viver in natura por uns dias... Bem, na verdade, mais ou menos in natura estaria valendo? Por que, sem uma cama bacaninha e um banheiro razoável, esse papo de acampamento, eu e a natureza, a natureza e eu, fica só na minha imaginação viajante.

Depois de cumprida a missão-guloseimas, seguimos pelo calçadão em busca de um suco – que num passe de mágica se transformou numa coca-cola estupidamente gelada – e ao chegarmos no quiosque, lá estava o incansável cutucador de chagas sociais, o repórter Roberto Cabrini, suando em bicas, à procura da matéria (im)perfeita. Logo percebemos que se tratava de algo relacionado ao caso dos padres pedófilos, pois os rapazes-coroinhas envolvidos na muvuca estavam todos serelepes dando entrevista. Imprensa, cá na terrinha, coisa bonita não havia de ser. Era furdunço, presepepada das mais bagaceiras, pra continuar divulgando o santo nome de Arapiraca pelo Brasil afora. Não sei aonde passará a matéria, pois Cabrini parece ser um repórter sem microfone oficial... Pelo menos não usava nenhum com logotipo de emissora qualquer. Mas eu quase fui falar com ele na tentativa de lançar um xaveco dos bons, do tipo: “eu te pago um suco e você me deixa mandar um ‘salve’ pros meus amigos das bandas de lá... tu tá bem com sede, que eu sei”...

Mas minha cara-de-pau arregou e saí do quiosque deixando o moço se acabando num sanduba que eu nem paguei... No próximo escândalo por aqui, prometo ficar de papagaio de pirata nas gravações, com cartazes fofos dizendo beijos e abraços pra vocês, pessoas que amo.

Cuidem-se direitinho!
Uns beijos!

13 comentários:

  1. Oi Mi....

    Mucuca tem em todo lugar viu? rsrrs

    Hoje venho aqui deixar os meus votos de um natal abençoada a voce e a toda sua familia.
    Que o ano de 2012 seja um ano de paz e força.
    Que a fé e a esperança esteja presente nos dando força na contribuição para a contrução de um mundo melhor.

    Deixo ainda o meu agradecimento pela sua sempre gentil presença em meu blog. Saiba que gosto muito de voce. Pela pessoa que voce é, pelo seu talento.]

    Com carinho..

    ResponderExcluir
  2. Memém

    Muvuca em Arapiraca???Sonhou bunitinha foi???rsrs
    Acampamento sem banheiro, sem água quentinha, sem ventilador ou ar condicionado?sem cama fofinha???tô fora também, quero não...
    Cabrini na terrinha e tuís nem me mando bejô??não assisto mais o sbt, mais nunquinha!!!
    Hummmm...as guloseimas não formam 02 cestas???

    amo-te agri-doce impaciente!!!

    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir
  3. Oi Milene, sou Arione, gostei muito do seu blog, é muito lindo e de textos maravilhosos!
    Estou te seguindo, se quiser conhecer e seguir meu blog fique a vontade:
    http://www.arionetorres.blogspot.com/
    Tenha uma ótima semana, bjus...

    ResponderExcluir
  4. Primeiro, um puxão de orelhas por ter trocado um bom suco que eu sei que tem por aí, por essa sódica e açucarada Coca-Cola!
    Para não falar que podia ser uma loirinha gelada! Só que depois, fim para as compras!

    Depois, minha surpresa em saber que os PPs atacaram até mesmo na sua tranquila(?) Arapiraca!

    Por último, meus lamentos por não poder te ver abanando por trás do Cabrini, falando:"Óia eu aqui, gente!", no melhor estilo povão! Hehehehe!
    Satirizando a sátira!
    Abraços, querida!

    ResponderExcluir
  5. um natal com muita saúde, paz e amor, Milene

    ResponderExcluir
  6. ngm merece né
    aqui tem isso direto
    mas o final do texto foi impagavel uhauhauha

    ResponderExcluir
  7. Moça, que tal uma franquia
    De paçoca e rapadura,
    Pé-de-moleque da tia,
    Tipo quebra-dentadura?
    Grátis a pinga no côco
    Pra não deixar no sufoco
    Quem se engasgar na fartura...

    Acho que engasguei...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ia adorar ver ocê acenando aí de cima, cá pra baixo...e eu crendo que era preu!!! Vc tá muito mais corajosa que eu. TÔFORA de toda e qq muvuca, eu hein?! Sabe o que vim fazer tb? Plantar uma árvore - que não é minha, fato - mas que porta meus desejos. Já escrevi que a nossa já foi plantada faz tempo...e que frutificou com sabor inigualável, mas deixo-a com minha bemquerência que vc bem sente.
    "Quisera
    neste Natal
    armar uma
    árvore dentro do
    meu coração e nela
    pendurar, em vez de
    presentes, os nomes de
    todos os meus
    amigos. Os amigos de longe e
    os de perto. Os antigos e os mais
    recentes. Os que vejo a cada dia e os
    que raramente encontro. Os sempre lembrados
    e os que as vezes
    ficam esquecidos. Os
    constantes e os intermitentes.
    Os das horas difíceis e os das horas
    alegres. Os que sem querer magoei ou,
    sem querer me magoaram. Aqueles a quem
    conheço profundamente e aqueles que me são
    conhecidos apenas pelas aparências. Os que pouco
    me devem e aqueles
    a quem muito devo. Meus
    amigos humildes e meus amigos
    importantes. Os nomes de todos os
    que já passaram pela minha vida. Uma
    árvore de raízes muito profundas, para que
    seus nomes nunca mais sejam arrancados do
    meu coração. De ramos muito extensos, para que
    novos nomes, vindos de todas as partes, venham juntar-se
    aos existentes. De sombra
    muito agradável, para que nossa
    amizade seja um momento de repouso,
    nas lutas da vida. Que o natal esteja vivo em cada dia
    do ano novo que se inicia, para que as luzes e cores da vida
    estejam presentes em toda a nossa existência e concretizem, com
    a ajuda de Deus, todos os nossos desejos. Feliz Natal!
    Feliz Natal!
    Feliz Natal!
    Feliz Natal! Feliz Natal!"
    Mi_nina ternura amaada
    QUE A HARMONIA, O SENTIMENTO DE SOLIDARIEDADE E COMPAIXAO, O RESPEITO E AS ALEGRIAS DESSA ÉPOCA DO ANO SE SOLIDIFIQUEM NO MAIS PURO AMOR, ENCHENDO DE LUZ TODOS OS CORAÇOES...
    E QUE ESSA LUZ ALCANCE TUDO E TODOS... MUITA PAZ!
    Com amor

    P.S: vou ali, mas volto...inté.

    ResponderExcluir
  9. Senti aqui o teu desconforto com o calor, guria...Credo!

    Tua amiga vai ficar feliz com o gesto bonito.

    =D

    Beijos, querideza!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia amada amiga!
    Vim agradecê-la todo carinho dispensado a mim, durante esse ano. Que possamos partilhar essa amizade, por muitos e muitos anos.
    Obrigada por sua amizade perfumada.
    Feliz Natal e um rico Ano Novo de emoções boas.
    Abraço-a com muito carinho.
    Até 2012, se Deus quiser. E ELE há de querer..

    ResponderExcluir
  11. Oi, Solange!kkkkkkkkk
    Suas várias faces confundem os leitores, pois vc manda bem em qualquer vertente das letras!
    Sou sua fã, Neuza!hahahahaha
    Beijos!
    Si.( Si sou eu, né...rs)

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga

    Hoje minha visita é para agradecer
    o presente que é para mim
    a sua amizade,
    e também desejar
    um maravilhoso Natal,
    onde possas encontrar nestes dias
    ainda mais inspiração
    para a alegria de ser feliz,
    e para o milagre de fazer
    quem passa por tua vida feliz.

    Que o teu olhar seja a mais perfeita
    luz do Natal a enfeitar o mundo.

    ResponderExcluir
  13. Huhauahauha Maluca de pedra sair nesses dias para ir ao centro da cidade. Aquilo vira de fato o inferno!

    Aiii que correriaaaaa, desculpe sumir assim, mas hoje que consegui atualizar meu blog tb! Tá doido, mas não esqueco de vc nunca.

    Mil beijos e te cuida nesse calor ai!

    ResponderExcluir