segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

PROSA E PRECE



Querido Jesus.

Embora tenha sido ontem o teu aniversário, me permito deixar o meu afetuoso e respeitoso abraço. Não ralhe comigo porque mantenho essa distância de ti, da tua história, das tuas palavras. Há tanta coisa a me causar estranheza, mas não quero falar nisso hoje. É época de celebração e não de questionamentos tolos. Já fizeste dois mil e onze anos e toda a gente é feliz e grata pela tua doação. Isto é verdadeiramente maravilhoso e contagiante. Quem dera se mantivesse todo o tempo esse espírito, quem dera se lembrasse mais do amor que tu pregaste e assim fosse feito na terra de forma a causar uma inundação de paz, amor e bem querência. Quem dera...

Mas, Jesus, não foi apenas para te dar o meu abraço que lanço escrivinhamentos. Quero te falar de uma pessoa muito especial, cujo aniversário é hoje, um dia após o teu. Não há muito a falar sobre ela que tu não saibas. Não há muito a falar que eu já não tenha dito. Mas dessa redundância eu gosto. Dizer aos que amo o quanto os amo é deveras prazeroso, porque eu nunca acho que falei o suficiente.

Tenho estado feliz por ela, sabe Jesus? E devo a ti essa felicidade compartilhada, porque ela anda por aí a pregar o amor da forma que eu realmente considero admirável. Não temendo tocar a enfermidade alheia, ela se posiciona ao lado do enfermo e lhe sorrindo, doa esperanças de que tudo há de ser melhor, porque acredita na força do teu amor. Tu tens realmente uma fortíssima aliada para por em prática os teus ensinamentos, porque ela é dessas, petulante que só! Não teme a feiura mundana e não foge diante dos obstáculos assustadores.

É claro que a mulher é falível. Mas não vou discorrer sobre os seus tantos defeitos, seria inoportuno, afinal é seu aniversário e nem nos despimos do espírito natalino, ainda bem. Não vou, portanto, dizer o quanto ela consegue ser chata quando quer, o quanto arenga comigo, me inventa nomes horrendos (Mirlena é um deles... Pode ralhar com ela só um pouquinho?) e pra completar vive querendo roubar o Nando Reis de mim. São defeitos gravíssimos estes, dê-lhe um corretivo. Eu bem poderia falar da sua admirável aptidão para as coisas das artes, mas não vou deixá-la ainda mais convencida. Cinco minutos de prosa e a impressão é de que a pessoa viveu isso toda a vida, pois passeia por assuntos literários e das artes em geral com uma intimidade absurda. É a garota carioca mais brasileira de todas, zela pela diversidade cultural porque pertence às várias culturas e o faz como se já houvesse nascido assim. A arte e ela parecem ser uma coisa só... Ah, e outra coisa chata é que agora ela não fala mais palavrão, e eu fico falando tudo sozinha. Já tentei desencaminhá-la só um pouquinho (perdão por isso, Jesus), mas não tem jeito...

Então hoje, nesse meu arremedo de prece, dedico os meus pensamentos mais bacaninhas para ela, por ser pessoa de alma tão grande, por caminhar por aí semeando o teu amor, esticando a mão para ajudar a levantar quem se encontra perdido... Isso a realiza e torna o mundo um tantinho menos feio.

 E pra finalizar, um pedido bem egoísta: Permita que mesmo quando pensarmos ter gasto o que havia de bem querência entre nós, uma ou outra ofereça a mão e um sorriso e mais uma vez nos daremos conta do quanto de amor temos. Permita, portanto, que nossa amizade persista apenas pelo tempo da eternidade, amém!

Cantemos, pois, parabéns à passarinha, errante, insistente na missão de semear o amor e a esperança, Simone Fernandes...

11 comentários:

  1. Difícil comentar. Devia ser fácil, mas esse poderoso elo transcendental que existe entre vocês duas me emociona.
    Parabéns, Si! Parabéns, Mi! Vejo-as caminhando de mãos dadas e sorrindo... parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Que coisa mais linda, carinhosa e do teu jeitinho de falar... Parabéns à Si!!! beijos às duas!chica

    ResponderExcluir
  3. Parabéns a vocês duas, uma pelo anversário, outra pela bela forma de lembrar!
    Abraços, Si e Milene!

    ResponderExcluir
  4. Mememm

    parabéns por ter a Sí...

    Sí parabéns por ser assim...Felicidades

    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir
  5. MENSAGEM para duas dançarinas:

    Caminhem cantando, dançarinas.
    Removerei as montanhas de seu caminho
    E lançarei pontes através dos abismos.
    Caminhem descalças, dançarinas.
    Cobrirei de pétalas seus caminhos
    E elas perfumarão seus pés.
    Caminhem sonhando, dançarinas.
    Guiá-las-ei pelos meandros da vida
    E pelos vaus traiçoeiros do amor.

    Caminhem com fé. Mas não larguem minha mão.


    ASSINADO: Alguém que as ama muito.
    MENSAGEIRO: Rodolfo Barcellos.

    ResponderExcluir
  6. Continue semeando amor e poesia um Bom Dia!

    ResponderExcluir
  7. amor poesia e uma ligação com as pessoas
    assim eu queria ser e sentir mas posso ver a escrita de quem é
    abraços e beijos

    ResponderExcluir
  8. E eu perco léxico diante desse universo de palavras que você teceu, generosamente, a mim.
    Olho perplexa e digo: Caraca, Mi!
    Te amo ! Amo tudo na história que faz nossa amizade tão sincera. Por isso, sou capaz de deixar o Nando Reis dez minutinhos com você ( viu, sou boazinha..rs)

    ResponderExcluir
  9. Quaaaaaase me fez chorar! É que to no serviço senão me debulhava.
    Que post lindo, meigo, leve!
    Parabens, feliz natal atrasado mas de coração!
    Beijos no coração teu que é tão lindo!

    ResponderExcluir
  10. Oi Milene!!!

    Que linda tua prece!!!!!

    Que assim seja!!!



    Um 2012 de paz, amor saude e garra,

    Um beijo..com carinho....

    ResponderExcluir
  11. Ai que estar assim viajando, não totalmente desconectada (quase)faz a gente chegar atrasada no natal de quem a gente ama. Mas tem problema naummmm: mando pra aniversariante meu amor multiforma (admiração, carinho, encantamento,alegria, fé são algumas das formas)e que seja FELIZ...diariamente se possível. Pra vc Mi_nina ternura amaaaada minha parabéns por descrever esse sentimento que as une de forma linda...linda de se ler, linda de viverrrr!
    Beijuuss - muitos e alegres - pras essas notas, Mi e Si, de minha escala de vida.
    P.S: Ah Mi, nem faz ideia como tô pertinho de tu...da próxima vez incluo no pacote uma ida a Arapiraca

    ResponderExcluir