sexta-feira, 1 de junho de 2012

ANTES QUE O DIA AMANHEÇA


Derlange, a mãe, não entraria na minha humilde choupana caso não trouxesse o seu pequeno príncipe de nome João Pedro no colo. Sou doida nesse menino, estou inclusive na iminência de reclamar a sua guarda no Juizado dos Amores, para enfim me apoderar do que considero quase meu. Tenho um argumento infalível, darei a ele todos os dias potes de iogurtes muito maiores do que a sua mãe o faz. Potezinho sem vergonha aquele, a criança sente o gosto, acaba e ele chora. Além do mais, onde vou encontrar outro projeto de cavalheiro para esconder minha meia dúzia de queixos, feito fez João Pedro nessa foto?

Meu pai dizia sempre: faça a criança sorrir. Dizia isso quando cascudávamos nossa irmã caçula, a Gisele, porque a guria não era gente desse mundo. Fazia birra, o pai nos dava bronca e a sujeitinha engolia o choro num instante, satisfeita. Não é a toa que dela nasceu Isabella... Do you remember? Isabella, a espoleta cantadora de “Adocica” no altar da Igreja Adventista, enquanto todos oravam compenetradíssimos. Pois é, filhota de peixe...

Estava agorinha no blog da Camilouquinha, lendo sobre baratas. Camila fala com propriedade sobre qualquer coisa, até as baratas ficaram interessantes desenhadas por ela... Só recusei, gentilmente, a oferta para ter uma daquelas consideradas “bonitas”. Então ela contou sobre a agonia de se apresentar seminário na Faculdade. Ela disse que todo mundo deve cursar uma faculdade e à distância não vale. Frustrei! Tenho pensado em retomar, ou recomeçar, meu curso universitário há tanto tempo abandonado. Mas as convencionais, presenciais, sei lá o quê mais, dou conta não. Assumo deslavadamente meu estado preguiçoso de ser.

Isso me remeteu a um encontro bacaninha ocorrido ontem na escola, quando um sujeito de uma editora por lá apareceu a fim de mostrar seu arsenal do bem. Descreveu toda a sua coleção, disciplina por disciplina, aplicando mais minúcia em Geografia e Língua Portuguesa. Segundo ele, no seu livro o estudante verá, por exemplo, um Nordeste bem mais real do que o clichê piedoso da terra rachada e esqueleto de gado, ou então todo mundo atrás do trio elétrico na Bahia, como normalmente consta nos livros do MEC. Bacaninha. O Nordeste é lindo e rico. Há de vir o dia em que o seu povo se dê conta do quanto é capaz e escape dos currais... Em se tratando de Língua Portuguesa, ele e a coordenadora trocaram figurinhas interessantes sobre método de ensino, do que não se aplica mais atualmente, como os decorebas todos do nosso tempo...

Nosso tempo? Sempre que ouço alguém dizendo do quanto era porreta o ensino do nosso tempo... Meu cenho franze automaticamente. Não tenho lá muita saudade das tais práticas. Contei pra eles de quando eu fazia o primário, justamente lá onde trabalho e vivi uma situação que se reflete até hoje. Havendo faltado a minha professora, ficamos com a professora da turma B. Como exercício deveríamos dar um título para uma cópia escrita no quadro pela mestra querida. Depois, cada um leria e diria o título escolhido. Depois de ler o meu fiasco, a fofa disse enfaticamente: “estão vendo? Ainda vão copiar a Milene em tudo que ela faz? Isso lá é título que se dê?”... Caramba! Nenhuma fada me puxou pela mão naquele momento, me tirando daquele constrangimento. Hoje, adulta, é aterrorizante falar qualquer coisa em público, mesmo sendo apenas reproduzindo algo já construído. Avermelho da cabeça aos pés e fico até bonitinha gaguejando. Exagero? Pode ser, mas não sei como sair dele... Por isso larguei minha faculdade pelo caminho. Por isso penso infinitamente antes de decidir retomar. Adultos são bons quando querem tocar o terror.

A idade também é boa em tocar o terror. Grita enlouquecida, corre atrás de mim com um espelho gigante e eu nem um pouco a fim de papo. Mas esses dias não houve jeito, entrei numas de que estou careca e banguela. Claro que não colocaria uma foto aqui comprovando isso, né? Não produzirei provas contra mim mesma, assim me permite a lei brasileña. E não é mentira, o cabelo está indo embora sem me dizer pra onde. Meus dentes estão fugindo de mim, criando um abismo entre eles que me deixa aflita. Não me perguntem os nomes dos fugitivos, a essa altura da vida ser preciso decorar nome de dente, é de lascar! Devo pensar numa estratégia para solucionar tal questão, porque a adotar sorriso de ferro em plena semi-caduquice, quero não, oxente! O cabelo ausente deve estar sentindo falta da tesoura, coitado. Faz pra mais de um ano que não sente a delícia de um corte e está carente. Eu havia me dito que cortaria só quando minha cirurgia fosse enfim marcada, então me perguntaram: “fez promessa?” ... Não, não fiz. Sou complicada para pagar promessa até pra mim mesma, não quero imaginar Deus de cenho franzido por eu haver descumprido trato com Ele. E eu nem tenho burro. E as escadarias das igrejas daqui não tem apelo algum...

Estou há mais de uma hora ouvindo a mesmíssima canção, roubada lá do Tony. Esse cara é mesmo mais brazuca do que eu, agora tenho certeza disso... De lá, me apresenta cada belezura das bandas de cá. Ele é brasileiro disfarçado de moçambicano... Eu devo bem ser uma marciana. Onde estive para nunca ter  ouvido o Filipe Catto  no seu cantar tão lindo, ou o Arnaldo Antunes, originalmente nessa canção? Viciante!

Já deu pra esse texto sofrendo de elefantíase, né? 
Obrigada pela paciência. Beijinhos.





16 comentários:

  1. Oi? O cabelo ametista de ser está indo embora? Desde quando garota? Quase a confundi com a Maria Betânia e a Gal Costa tamanho comprimento e volume do seu cabelo. Para de encucar, garota! rsrs
    Quanto a faculdade à distância, concordo nao também com o que foi dito sobre o NÃO VALE.
    Estudei 4 (quatro)anos numa faculdade à distância.
    INTERAGI COM OS COLEGAS DA TURMA SIM;
    FIZ PROVAS;
    PARTICIPEI DE TRABALHOS EM GRUPO;
    FIZ ESTÁGIOS;
    APRESENTEI SEMINÁRIOS;
    APRESENTEI O TCC;
    SOFRI E MUITO!
    Como não vale?
    Os meus quatro anos de estudos à distância VALERAM MUITO!

    Beijoss

    Cidah

    ResponderExcluir
  2. Esse anônimo identificado aí em cima já disse tudo. Deixa de ser manhosa, isso é charminho...
    Mas pra você produzir um belo texto, qualquer pretexto está no contexto... parabéns, outra vez. E beijos - também para o João. Iogurte de coco?

    ResponderExcluir
  3. Larga mão de encucamento com as mudanças da melhor idade (oi? Quem foi mesmo que inventou essa pérola?!)pois está nova para tanto. Quanto a facul já tivemos oportunidade de conversar a respeito e bem sabe minha opinião. Larga mão do pecado (pre-gui-ça)e faça! Se presencial ou à distância uma coisa é certa: não é mais a minina envergonhada de outros tempos...traumatizou foi? Sou boa em acabar com traumas em dois tempos rsrsrs. Ah e esse lindo de viver na foto pode até ter escondido sua 1/2 dúzia de queixo, mas não conseguiu fazê-lo com esse amor escancarado que vejo daqui...inda bem!!!
    Beijuuss, amaaaada, n.a. e um fds bem "bacaninha" procê!
    P.S: de-sis-ti de querer prosear cumcê no msn.

    ResponderExcluir
  4. Oi Milene,

    Alguns dias afastada da internet e um tantão de saudades destes seus textos. Difícil alguém conseguir nos arrebatar e envolver tanto com todo e qualquer tema como você faz, até cenas cotidianas ganham contornos de obra prima em suas mãos abençoadas e cabecinha brilhante.

    Reclamar a guarda no tribunal do amor foi ótimo. Professora traumatizante todos nós tivemos. Depois que você me apresentou o Tony, faço o mesmo que vc faz: Cato as músicas dele todas pra mim.

    Bom final de semana, lindinha!

    ResponderExcluir
  5. Coisa mais fofa essa foto Mi, e quanto ao ensino sou suspeito pra falar sobre porque odeio estudar e tudo que se refere a colégio até hoje mas enfim faz parte, beijão Mi :-)

    ResponderExcluir
  6. Ohhh Anônimo, eu disse que não vale porque o contato com os amigos todo dia na faculdade é impagável!
    É bom demais, a melhor época da vida!

    Mi, para de desculpas e essa não é idéia só minha, todos comentaram isso, faculdade é bom demais e vc tem um talendo lindo com as letras, deveria tentar e se não der certo de verdade faz a distância.

    Mas a distância que eu conheço não tem essa interação toda que o anônim o disse não hehehehehe

    Beijos e obrigada por me citar aqui, me sinto honrada!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Milene!
    Eu gostei muito do texto, mais ainda da música, e muito mais muito mais da foto!!!!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  8. A música é um instrumento poderoso para a transformação do eu inferior no Eu Eterno. Descubra qual música aumenta sua habilidade de vibrar e sentir. Essa vibração é sua conexão direta com a energia de Deus, dos anjos e de seu Eu Eterno.

    Força e coragem pra por em pratica essas inquietudes...

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Tu falas de idade? O que vou dizer eu? Lindo ele é, tens razão de babar e o querer por perto!! beijos,lindo fds!chica

    ResponderExcluir
  10. Ah, Milene, como é bom perceber a leveza da sua escrita. Como é bom saber de suas dificuldades, como é bom andar por aqui e sentir tanta humanidade. Um abraço em você e no garoto da foto.

    ResponderExcluir
  11. Excelente texto e música! Mas a "cara laroca" do João é imbatível:)
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Caramba, Milene!
    Você falou de tanta coisa que eu nem sei como ou qual comentar!
    O moleque é uma graça, e a tia também!
    Um abração pra vocês!

    ResponderExcluir
  13. Interesante espacio el tuyo,
    te dejo un saludo.

    ResponderExcluir
  14. Milene, uma gracinha o Joao!
    Eu ri um bocado de suas descrições pessoais.
    Aliás, o seu texto é leve, parece uma narrativa, porque fiquei imaginando um pouco do que foi dizendo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Distante Mi, ficam os sonhos da gente quando nos afastamos deles, ou permitimos que escapulam...vc me disse que "agora arranjei um apanhador de sonhos e eles não ousarão mais serem indolentes, insolentes, inconsequentes comigo, meu bem. Escapuliu, vou lá e os trago de volta..."

    Presencie a realização, como vai fazer acontecer, é apenas a decisão que tens que tomar!!!

    Beijos, Dotôra Mi_Lene, tô contigo e não abro!

    ResponderExcluir
  16. Também estou ficando rs rs Já te sigo.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir