quinta-feira, 28 de junho de 2012

DA ESCURIDÃO - PEDAÇO E PSIU




A escuridão não é coisa ruim toda hora. Tem tempo curto que é bom quando ela vem e a gente fica presa num canto com ela ajustando os pensamentos. A escuridão tem vezes que é como espelho de se enxergar por dentro. No comecinho do escuro a gente não vê nada do lado de fora e dá uma coisa agoniada, uma vontade de fugir dos braços dela e encontrar um pedaço de mundo de luz acesa e noite parindo estrela. Quando a hora se arrasta e a gente para de desatenção, o olho de dentro, devagarinho, esmiúça pra fora tudo quanto é feiura e só deixa entrar de novo o que for bonito. Tem bichinho feio que se esconde lá por trás do espelho de olhar por dentro, disfarçado de boniteza, arranjando de novo moradia, esperando a hora de fazer doer.  E se o pensar descuida e parece que a sombra apagou pra sempre a luz dos pedaços do mundo, e no céu a última estrela se deitou, um cisco aceso ziguezagueia, rascunhando claridade dentro e fora da gente... Diz Guimarães, o Rosa, ser travessura de um vagalume lanterneiro que riscou um psiu de luz, alumiando tudo de novo.




9 comentários:

  1. Não sei se volteio/ Se rodopio/ Se quebro / Se tombo nesta queda / em que passeio
    Não sei se a vertigem / em que me afundo/ é este precipício em que me enleio
    Não sei se cair assim me quebra... Me esmago ou sobrevivo/ em busca deste anseio
    Maria Teresa Horta


    (arrume logo uma duzia de vagalumes, viu Lele?)

    Te gosto.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. O escuro tem hora certa
    De chegar e ir embora;
    Vem quando a saudade aperta,
    Vai quando o amor aflora.
    Pirilampo da boemia
    Brinca na noite vadia
    E dorme ao romper da aurora.


    Será que essa lagarta listrada vai virar vagalume em vez de borboleta?
    Beijos, pastorinha das luzes da noite!

    ResponderExcluir
  3. Milena....
    Lindeza o que voce escreveu.
    Ai fico até sem capacidade para comentar..
    Mas penso que a escuridão é necessária para que saibamos
    dar valor a estes "rasgos" de luz, de claridade!!

    Um beijo..é sempre uma alegria te receber em meu blog.

    ResponderExcluir
  4. Essa escuridão do lado de dentro só acontece por alguns momentos.....os de ajustes internos, na horinha em que a luz acesa do lado de fora corrompia a claridade que queria nascer, bem ali dentro...quando "bichinhos escondidos" se transformam nas belezas que conseguimos ver. Eram aparentes na feiúra, enganos de um ego mentiroso que tua verdade interna alumia!

    Bjos, Mi...quanta inquietude reveladora e resplandecente!

    ResponderExcluir
  5. Oi Milena, tudo joia?
    A escuridão depende muito de seus protagonistas. Uma criança com medo do bicho papão, jamais fica sozinha no escuro. Apaixonados ao beijarem-se, preferem fechar os olhos e curtir a escuridão.

    Momentos de trevas, existem para que possamos enxergar melhor os fachos de luzes.
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  6. Sei bem dessas escuridões...que a gente chega a crer que nunca mais há de clarear. Aí, como se fosse mágica, surgem pequenas luzes...no começo fraquinhas e depois vão aumentando e alumiando tudim! Amigos tem esse poder de iluminar...você minha Mi_nina sabe bem disso.
    Beijuuss, de luz, n.a.

    ResponderExcluir
  7. "A escuridão tem vezes que é como espelho de se enxergar por dentro." - Como te disse,eu queria ter escrito essa frase!

    Essa escuridão é necessária, por vezes, para lembrarmos que não temos, também, a perfeição que exigimos dos outros.

    "A vida é um psiu de luz e você é um holofote no meu mundinho escuro"

    ResponderExcluir
  8. As vezes o escuro é uma exigência interna .
    o exilio para decifrar o rumo .

    Somos todos , um pouco , emigrados da sombra .

    Bom te ler , minha querida !

    Beijo imenso !

    ResponderExcluir
  9. As trevas existem apenas para ver a luz:)!
    ~Bjo

    ResponderExcluir