quinta-feira, 2 de agosto de 2012

QUE FRIO, OXENTE!


Ser solteira no inverno até que não é de todo mal. Você pode perfeitamente usar aquela calça de moletom surrada e por baixo da blusa igualmente desbotada, uma camiseta larga de campanha política... Nenhum marido sairá correndo de casa por isso.

Já pensou que coisa mais sex appeal uma mulher deitar-se ao lado do seu esposo com uma camiseta contendo a simpática face do Tiririca, por exemplo? Afrodisíaco total. Para completar a composição do modelito, um par de meias a fim de aquecer os pezinhos que o cônjuge não dá mais conta de fazê-lo. Aliás, bem falando em esposo, eu posso confessar que odeio essa palavra? Tenho o hábito de amar e odiar palavras e essa é uma a qual não amo de jeito nenhum. Nem tem motivo, simplesmente desgosto da sua grafia e sonoridade. Esposo parece o cara que mora com a mulher, mas nem sequer se lembra de quando a beijou pela última vez.

Tolices, tolices... Não me levem a sério.

Desentendo a precisão de sair de casa bem cedinho e pegar a estrada do trabalho... Lá fora São Pedro despeja água gelada e eu vacilo entre cumprir minha obrigação profissional – sou responsável, pessoas – e firmar pacto com minhas cobertas até setembro chegar. Sou nordestina, oxente! Acostumada com Sol na moleira de janeiro a janeiro, embora meu quintal não apresente as rachaduras do sertão castigado. Mas, agreste ainda é Nordeste. E frio assim não combina com a região mais solar do Brasil.

Estivesse um cabra do Sul ou Sudeste ressaltaria o meu exagero. Nem temos um frio como em Campos do Jordão com suas botas, sobretudos e cachecóis, evidenciados por charme e elegância ímpares. Da minha parte, troco essa chiqueza toda por um punhado de raio de sol, novinho em folha, me dando ânimo pra tomar o banho da manhã, antes do trabalho. Sim, porque além de tudo as narinas da pessoa – eu – são avessas a banho quente, no melhor estilo espírito-de-pobre-de-ser, então não resta alternativa a não ser encarar o geladão matinal e noturno. Ser limpinha tem seu ônus... Alguém me chama o Cascão, por favor. Preciso de novas influências.

Antes que me cheguem os comentários dizendo “Mi, eu amo o inverno” e tal e coisa, e coisa e tal, vou agorinha pactuar com minhas cobertas. Mas sem camiseta do Tiririca, pessoas... Meu pijama quentinho nem é tão feio.

Sem mais para o momento e com um enorme frio de proporções nordestinas, despeço-me e vou, não sem antes oferecer-lhes o meu abraço quentinho, ansiando pra que São Pedro contenha seu rio de lágrimas amanhã.


19 comentários:

  1. Minha alma é nordestina, meu corpo aprecia o toque macio dos lençóis sem tanto cobertor, meus olhos são adoradores do sol, tenho pelo frio a arte de sobreviver....aff...cadê o calor, chega logo verão!!!!

    Teu abraço é quentinho, saudade de um deles!
    Bjos, moça friorenta!

    ResponderExcluir
  2. Confesso adoro sol "aquele de rachar coquinhos"... rss
    Mas admito que minha cachola num guênta tanta caloridade....
    - Quanto a esse papo de gonócio antigo ( esposo ), essa palavra é tão quão véia quanto a que meu pai dizia ( Patroa ) quando apresentava minha mãe a alguém.. kkkkkkk

    Beijos ensolarados e sequinhos...
    Tatto

    ResponderExcluir
  3. Também não gosto do frio, Milene. Não há meias, calçados que consigam esquentar meus pés, nestes dias frios. Aqui onde moro no RS, as temperaturas chegam a ser 2, 3 graus negativas. No inverno,quando me desloco ao trabalho, a vegetação geralmente está branquinha de geada. E tu acreditas que sempre tem algum nordestino, baiano, turistas, felizes da vida, tirando fotos e pulando em cima do gelo? Vai entender!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Mi, eu amo o inverno..kkkkkkkkkkkkkk


    adorei...imagino você rosadinha, batendo queixo de frio...sem um "esposo" que lhe esquente os pés..kkkk

    Fiquei curiosa..como seria esse pijama nem tão feio??

    amo-te

    Loisane

    ResponderExcluir
  5. Não tenho alma nordestina como a Denise, mas "meu cashcouer é brasileiríssimo" se adapta fácil a qualquer estação, tudo rejeita e quer...
    Quanto a ter marido,babe, prefiro ter amor!
    (se eu posso esquentar os pães e seus dedos até de manhã - alguém cantou pra mim,pra nós)

    ResponderExcluir
  6. Por aqui não chove, mas "uma nova frente fria pelas madrugadas" faz a gente se virar com os cobertores que temos. Os de orelha andam em falta! De manhã, amanhece nublado e aos poucos nosso astro rei vai dando o ar de sua graça, num céu azul lindo de viverrr e de se ver! Solão... só gosto mesmo numa praia...dessas que você tem por aí. Prá trabalhar, temperaturas amenas...funciono melhor.
    Beijuuss minha Mi_nina amaaaada n.a.

    ResponderExcluir
  7. É incrível como suas palavras parecem reproduzir uma conversa próxima e amistosa. Aliás, gosto de frio. Fico, diferente de muita gente,disposto e cheio de criatividade.Um abraço caloroso.
    Gecildo Queiroz.

    ResponderExcluir
  8. Não gosto de frio!
    Moro na Serra Gaúcha e não gosto de frio. Mas fazer o quê? Esse lugarzinho tem mais prós do que contras.

    Bejus

    ResponderExcluir
  9. Oi, Milene, que delícia sua postagem! Eu gosto do frio, mas sair para trabalhar com chuva não é mesmo um top programa. Agora, se você é nordestina, deve achar mesmo muito chata essa história de frio. Ri muito quando falou do traje de ficar em casa, tenho um meião de microfibra listrado azul e branco que é o que há, hahaha. Devolvo seu abraço quentinho, coisa boa!

    ResponderExcluir
  10. Hoje, passeio nas Laranjeiras para conhecer a nova sala de troféus do Fluminense, ciceroneado pela simpática Thais - a filha da Si e guardiã das glórias tricolores. De contrapeso, uma vascaína, a mesma Si, uma botafoguense, a Dôra (O "o" é fechado, meninas) e um motorista rubro-negro, meu sobrinho Léo Gordo. Céu de brigadeiro e calor de 30° - testemunho dos termômetros plantados nas praças e esquinas.

    Beijos e abraços quentes, alvinegra.

    ResponderExcluir
  11. Oi Mi..... neste momento eu estou dentada no meu sofá, com uma moleton bem surrado, uma camiseta surrada, to de meia e enrolada num cobertor...rs
    Sou muito friorenta....
    Gosto do frio.....mas sou muito friorenta!!

    bj

    ResponderExcluir
  12. Oi Mi!
    Sou nordestina e entendo plenamente o que você falou. Agora a gente passa por tanto calor aqui que até sente falta de um frio bem de leve. kkkk
    bjsss e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  13. Só posso dizer: aprecio o humor subtil:)
    Bjo

    ResponderExcluir
  14. meu relogio anda parado em dias diferentes, mas qdo
    te leio sinto q nada mudou....que sigo tendo um prazer
    sorridente .... sempre será assim, sempre!


    beijo LeLe.

    ResponderExcluir
  15. Oi Mi

    Nos dois primeiros parágrafos eu já tinha meu comentário pronto: Que frio é este do qual você está falando menina? Frio de Alagoas? Tem esse artigo aí?

    Mas nos próximos parágrafos você desbancou com classe a minha soberba e arrogância invernal própria dos que estão mais longe da linha do equador, a descreveu direitinho. E, acabei levando uma lição, se não se pode comparar dores nem problemas, cada um sabe o tamanho da sua ou do seu, a relatividade é sempre de acordo com o fator quem os sente, sendo portanto imensuráveis. Aprendi agora, que com o frio é a mesma coisa, e haverão os terapeutas que incorporar este conceito em seus discursos tal qual o fazem com a dita dor: Frio cada um com o seu, só quem sente sabe aonde aperta o cachecol.

    (Banho frio? Ainda bem que o meu nariz tem juízo e não me pede um sacrifício desses)


    Beijos

    ResponderExcluir
  16. odeio frio...
    sou filho do sol e no frio morro devagarinho...
    não se discutem gostos mas eu não sei viver sem calor e o frio me põe nostálgico, não gosto !
    punto e basta
    beijo Milene

    ResponderExcluir
  17. This blog is through a nice to meet new people and their land, culture and nature. Come and look at you Teuvo Kuvat - Teuvo images, both at the same time will be my blog collection flag depicting your country's flag to rise higher. You should also tell all your friends to my blog by fermentation. Teuvo Vehkalahti Finland

    ResponderExcluir
  18. Mi eu amo o inverno kkkkkkkk
    Tenho pavor de verdade de transpirar! Prefiro logo usar vlusas e botas! Então quando o frio chega me sinto até mais disposta.
    Estudar, comer, dormir, namorar, tudo fica melhor kkkkkkk
    Bjs

    ResponderExcluir