terça-feira, 25 de setembro de 2012

VERSOS DA TARDE

Perdoem-me os deuses da poesia, jamais quis afrontá-los com os meus arremedos de versos, mas confesso, estou gostando dessa brincadeira de versejar. O exercício abaixo é resultado de um passeio no blog do moço que é maníaco por melodias, o Tony Manna (confiram lá o texto). Ouvi sua alma sussurrar um tanto alto e tomei de assalto as suas palavras fortes e pulsantes. Tenho cá a impressão que ele não consegue sequer pensar numa intensidade menor, “dicunforça” é o seu jeito, sempre e lindo. Eis aqui os meus versos brancos, que só foram possíveis porque o Tony me confiou os seus verbos:




GRITOS SURDOS


O homem de suspiro leve, vagueia
Nos ombros pesados, desassossego
Na boca o canto das deusas da terra
Lágrimas doces lhe vestem os olhos

O homem sorri para a lua pálida
Oferta-lhe flores mortas de papel
E no mar pulsante, em gritos surdos,
Miragens dançam ao sabor do vento

No ritmo do sibilar dos pássaros
O coração do homem agoniza
Num canto insano de dor e vida
Suplica amor, a sua alma nua

E lá nos altares das flores brancas
Onde a lucidez perdeu o sentido
O som da flauta embala os véus

Bebem-se bons goles de gim e fel
E as vis ilusões, todas perfeitas
Mentem sossego da alma aflita








14 comentários:

  1. A jovem gaivota, não mais implume,
    Sentiu o chamado do mar
    E voou...


    Lindo voo, gaivota!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Grito surdo? Pois eu ouvi. Tony deve ter gostado imenso...intenso.
    Beijuuss, nova poeta nova, n.a.

    ResponderExcluir
  3. Tá muito bom, claríssimo...
    dedo de poetisa é magia...
    muito obrigado Milene

    ResponderExcluir
  4. Que bonito, Milene. Mas não deveria pedir desculpa a nenhum Deus da poesia, as suas não ficam devendo em nada. Nada! Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Nissa mulheeeeeer! Vc leva todo o jeito pra isso! Caraca que lindo!

    Mi, quando é teu aniversario?

    ResponderExcluir
  6. OI MILENE!
    OS DEUSES DA POESIA ESTÃO FELIZES POR TEREM PERMITIDO O APARECIMENTO DE MAIS UMA POETISA.
    VERSOS LINDOS.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  7. Coisa bonita Mi... Pouco a pouco vejo a poeta em crescimento dentro de ti (eu sempre soube disso)!

    bacios caríssima!

    :D

    ResponderExcluir
  8. E um exercício muito bem exercitado, parabéns! Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Milena, palavras bem colocadas proporcionam escritos de beleza inigualável. Parabéns, um abraço aos dois.

    ResponderExcluir
  10. Pois é minha querida Milene Lima, a poesia flui maravilhosa, parabéns, vindo de ti não poderíamos esperar menos, lindo, lindo.

    PS: E música de qualidade para acompanhar.

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderExcluir
  11. Milene, você brinca de 'versejar' e a gente vem aqui e constata de assalto o que significa a palavra 'vicejar'. Quão exuberantes podem ser versos de quem brinca! Parabéns! Lindo poema! Tem o viço das coisas adoráveis! Gostei muito. Abraços. Daniel

    http://dagarpower.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Lindoooo!!!
    E o livro sai quando?? Hehehehe

    Bejus querida

    ResponderExcluir