sexta-feira, 19 de outubro de 2012

DA INSÓLITA LEVEZA


Foi-se embora o dia com as suas horas arrastadas e os segundos num tilintar insistente ao meu ouvido. Desde o alvorecer o que me disse foram palavras de ordem:

Acorda!
Come!
Trabalha!
Se avia!
Pensa!
Decide!
Releva!
Chora!
Aceita!

Pedaço tolo do meu tempo! Fez ouvidos moucos ao canto choroso da minha alma e sequer soube escutar os meus reais quereres. É de leveza a minha precisão.  Suplico desencontro com as vilezas diárias e quando outra vez entardecer, lá no meu quintal, sob o balancear do vento, o meu frondoso pé de poesia deixará cair versos brancos, rimados e tantos...  E deles eu me alimentarei até minha alma jamais se fartar. E aos meus ouvidos as palavras desordenadas e livres serão outras:

Sonha!
Dança!
Esmiuça!
Abraça!
Sossega!
Beija
Canta!
Ama!
Sê alegre!
Vive!


E depois de feita a prece. E por sempre esperançar... Eu me durmo. E me sonho. Me faço canção de ninar inquietude, até o Sol bater à minha janela, me dizendo do novo dia.



13 comentários:

  1. E apenas chegando o novo dia, estou aqui pra te aplaudir mais uma vez! Adorei! beijos,ótimo fds!chica

    ResponderExcluir
  2. Milena, é como entendemos a vida com todas as suas nuances que faremos do nosso caminho, seja eles entre espinhos ou não, a via para o nosso porto seguro. É demasiadamente fácil se apaixonar pelos texto que escrever, ele nos atinge na alma e mexer com os nossos sentimentos. Um bom finde. Bjos

    ResponderExcluir
  3. Descobri. Você é feliz porque está sempre em companhia de si mesma! E sua alegria transborda e derrama-se sobre quem vem beber de sua felicidade.

    Beijos, Miminha.

    ResponderExcluir
  4. Mas é sempre assim mesmo
    Acho que o importante é conservar-mês a capacidade de sonhar, de rir mesmo triste e de esquecer a parte ruim!
    Beijao Mi sonhadora!

    ResponderExcluir
  5. Milene, mas que fofo!!!!!!!!!!!! Já começou com a imagem!
    Eu sempre estou a esperançar, eu durmo, eu sonho, eu adoro isso!

    Sobre o que me disse, houve um tempo, Milene, que eu fui mais emoção, mas a maturidade me ensinou a equilibrar. Isso é bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Cada dia, uma nova vida...
    Novas espernças, novos sonhos...
    Beleza, Milene!

    ResponderExcluir
  7. Esperança é o que nos impulsiona ao encontro de nossos reais sonhos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. um derramamento de alma, um suspiro dela, reclamando seu direito à ribalta...e outra vez quedo minhas emoções aos pés de tua infinita sensibilidade...lindo é pouco...revela_dor querer, que encontrou eco aqui tb, carecida desse despertar, engajada nesse mesmo querer...lindo é pouco, moça querida...

    Bjos ternos...

    ResponderExcluir
  9. sim, caminhar no sentido contrário ao que nos deixa tristes...
    querer ser feliz é duma legitimidade universal, e você é e vai ser mais ainda.
    bjo

    ResponderExcluir
  10. Lindo!
    Aproveito para te desejar um ótimo domingo!

    Bejus

    ResponderExcluir
  11. Ah, Milene, que lindo! E com simples mudanças nas ordens do dia feitas por palavras, a vida se torna mais leve, e passa a valer a pena. Adorei! Vou gravar sua segunda listinha de palavras! Um abraço!

    ResponderExcluir