segunda-feira, 1 de abril de 2013

PRIMEIRO DE ABRIL






Se você vier, meu bem, meu mundo inteiro estará em festa . Dançaremos, loucos e impunes, ao som descompassado dos nossos corações meninos. O vento, testemunha, lamberá nossos corpos contrários e precisos. Somos dia e noite, mar e terra firme, sol e chuva. Somos o preto e o branco, pintando nas cores mais quentes um pedaço de tempo que é todo nosso e nele guardaremos, a salvo de todas as vilanias, esse perfeito amor inventado. E quando você vier, meu bem, me sorria seu beijo mais doce. Me diga versos livres à luz da meia noite. Sussurre galanteios tolos ao meu ouvido. Enquanto durar essa dança, meu bem, lançaremos ao vento umas poucas e vãs promessas de amar; faremos juras mentidas com a mais intensa vontade de jurar sinceridades. Nos confundiremos em nossa própria urgência, meu bem. Seremos amor pelo efêmero tempo que durar a nossa eternidade, antes que outro dia amanheça e já não mais saibamos que verdades bonitas inventar. Se você vier, dança comigo, meu bem?


Arapiraca, abril de 2013, numa ligeireza de tempo 
a me permitir um arremedo de conexão.





15 comentários:

  1. Tenho que ser clichê...

    "E que seja eterno enquanto dure"

    Bom se a gente sempre pensasse assim.

    Linda música.

    Bjos,

    http://borderline-girl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. UAul! Que lindo! As poesias que nos prendem são as mais divinas! abraços

    ResponderExcluir
  3. Que lindo,Milene!! Gostei! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Belíssima poesia ou versos...

    A verdade é que sozinhos ou acompanhados, temos que cirandar. A vida é uma eterna dança.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. (...)
    Ai quem me dera percorrer estrelas
    Ter nascido anjo e ver brotar a flor
    Ai quem me dera uma manhã feliz
    Ai quem me dera uma estação de amor

    Vinicius de Moraes


    beijo

    ResponderExcluir
  6. Desculpa minha completa desinformação e ignorância, mas é uma música?
    se for, é de bom gosto.
    se for criação total tua, uau *-*
    se eu fosse musicista diria que imaginei arranjos infinitos pra esses versos.
    abraço


    Te aguardo pra um comment la quando puder ^^
    diademegalomania.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. MíLi minha amiga... Quando vc dá de ser desbocada e escrever coisas aos 4 ventos, vc faz com maestria, mas quando vc dá de escrever coisas poéticas, vc também é porreta!

    Que legal, parabens!

    ResponderExcluir
  8. Eu quero dançar contigo! Mereces o mundo inteiro!

    Beijos Gloriosíssimos!

    ResponderExcluir
  9. Uau dona poeta! Atrasou nesse texto hein!
    Parabens! Beijocas...

    ResponderExcluir
  10. 1º de abril mais lindo esse! Nada mais a declarar...a não ser que os restantes dos dias desse mês lhe inspirem assim.
    Beijuuss Mi_nina amaaada

    ResponderExcluir
  11. Lindo texto, Milene! Como bem disse a Regina, nada mais a declarar. Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Basta a você, poetisa,
    um arremedo de conexão
    pra invadir a alma da gente
    e a mente, e o coração
    pra desmontar-me a métrica
    pra afugentar minha rima
    com essa bela obra-prima
    feita de prosa poética
    feita de luz, de sabores
    de sentimentos, de cores,
    de músicas, danças, amores,
    de pedacinhos de ti,
    de pedacitos de Mi...


    Beijos, flores, aplausos, beijos, beijos!

    ResponderExcluir

  13. Nossa, que alma romântica!
    Adorei isso, menina!

    Beijão.

    ResponderExcluir
  14. Depois de ler os versos do Barcellos, nem consigo comentar (rss). Que ele chegue, que a dança provoque suspiros e rodopios, pois sua sensibilidade e talento não são brincadeiras de primeiro de abril, mas verdade de todos os dias. Parabéns!!!! Bjs.

    ResponderExcluir