sexta-feira, 3 de maio de 2013

SEMIPALAVRAS



Lê, amor, é o meu canto de despedida para o nosso breve imbróglio amoroso. Brindemos às semipalavras paridas da minha boca e da tua, por línguas e mãos varrendo alvoroçadamente esquinas e becos de nós, numa indescritível confusão de sentidos. Semipalavras mentidas que, quando tudo era romance e perfume, foi o nosso alimento e água, o ópio a nos manter insanos e um. Olha, amor, lê! Poemas rabiscados na pele, em traços vermelhos e tortos, em linhas inventadas quando negaceávamos felizes, as juras de sermos o pedaço desencontrado um do outro. Semipalavras. Ruidosas lembranças. Pequenos fragmentos de um amor que sequer chegou a ser.


11 comentários:

  1. O que é isso?
    Fiquei embasbacada com tanta intensidade dita em semipalavras.

    ResponderExcluir
  2. Semipalavras que valem por muitas e muitas inteirinhas!!! beijos,ótimo fds!chica

    ResponderExcluir

  3. Puxa! Você é 'fera' em semipalavras-rsrs.
    ... "imbróglio amoroso"?. Você me pegou nessa. Tive que recorrer ao dicionário. Saio mais sabida daqui-rsrs.

    Excelente! Ri demais com esta criativa construção.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Milene, as vezes as semipalavras e as ditas nas entre linhas, mexem muito mais do que um poema de trinta linhas cantado em Dó sustenido maior, e o que nem vei ser, pode ser muito mais avassalador que o que se concredizou, eu chamaria isso de instantes intenssos, minutos que podem perdurar por uma vida inteira. Adorei o texto, desculp o sumiço, ando meio atarefado bjos

    ResponderExcluir
  5. Milene,
    Quando a palavra se assume de corpo inteiro encontra sempre o seu eco.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  6. 1000N, tão profundo o texto q dá nó na garganta. Bjos.

    ResponderExcluir
  7. OI MILENE!
    LINDO, INTENSO DE DOER...
    ABRÇS
    /luasingular.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. E que descanse em paz...

    bjos,

    http://borderline-girl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Tão difícil saber o que de fato é.

    ResponderExcluir
  10. Poesia do desencanto, poesia do inacabado. poesia do que ainda é possível...
    Dorido poema lindo...
    beijo Milene

    ResponderExcluir
  11. Que linda forma de se expressar! Palavras incompletas não deixam de traduzir sentimentos. Bjs.

    ResponderExcluir