quarta-feira, 19 de junho de 2013

DIAS BONITOS

GRITOU-SE BONITO TAMBÉM POR AQUI 
ARAPIRACA, 18/0613

Vivemos dias bonitos. Dizem, aos quatro cantos, que o gigante acordou. Vivas! Sou parte disso, sou um pedaço desse gigante até ontem adormecido e judiado desde que avistaram as suas terras lindas e ricas.

Vestiu-se de verde e amarelo corações e peles. Nas ruas não há carros nem ônibus com suas passagens de afronta, estopim para o grito preso na garganta. Nas ruas há gente e revolta. Há gritos de “basta” para a estupidez legitimada no ato da suprema democracia, o voto. A estupidez recorrente e permitida. Permissiva.  Somos nós os seus patrões. Temos nós o poder. É nossa a obrigação de devolver-lhes com um sonoro tapa na cara parlamentar o serviço mal feito em oportunidades anteriores. 

É sublime o grito. Reconfortador o despertar do amor e do orgulho pelo país que ajudamos a construir todos os dias. Patriotismo de hora? Modinha? Não sei. Ninguém sabe. A única coisa sabida é da grandeza do que está sendo feito e dito, aos quatro cantos, ecoando nos ouvidos do pseudo poder – porque o verdadeiro poder somos nós – a fazê-lo franzir o cenho de receio pelo que estar por vir.

E o por vir não pode se limitar aos ressonantes e sintonizados gritos. É preciso ir além. É fundamental estender o fôlego até o exato momento de apertar a tecla CONFIRMA quando da próxima eleição. Parar de dar boa vida a quem só quer saber da vida pública para benefícios próprios é obrigação de quem de fato deseja um país acordado, não um país de acordos feitos num porão cheio de ratos, legitimados por nós.

Ontem passearam por aqui, minha singela capital do agreste alagoano, cartazes e vozes. E jovens. E a gente toda inquieta e inserida no contexto revolucionário. Sorri, orgulhosa, ao ver as fotos instantaneamente publicadas pela minha Giovanna, adolescente, exímia representante da geração smartphone, que provavelmente nunca se imaginou participando de nada parecido, portando cartazes e beleza na passeata, ela e suas amigas da mesma idade e inocência. Sorri, orgulhosa, ao ver fotos e palavras do meu amigo Itallo, tão mergulhado nesse processo todo, tão cheio de convicções e sonhos legitimamente brasileiros desde o momento em que se decidiu fazer a protesto por essas bandas.

Cuidemos da consciência política das Giovannas, Marias e Ingrids, futuras eleitoras deste lugar. Multipliquemos os Itallos, jovens comprometidos com a condição de cidadão brasileiro, inconformado e sedento por dignidade e justiça social.


Serão, assim, espécies de palito de fósforos a manterem abertos os olhos do gigante, os filhos fortes e bravos da Pátria amada, Brasil.


17 comentários:

  1. adorei e sem dúvida estamos a ser testemunhas da grande revolução global; conforme os escritos no calendário maia, quase que acredito que o mundo como era antes terminou mesmo no dia 21 de Dezembro...

    ResponderExcluir
  2. É com orgulho que sinto que o país se transformando também, mas fiquemos atentos, por que agora as armas serão colocadas na mesa, e há inúmeras formas de abafar o motim; que possamos nos iluminar e protestar, protestar mesmo! abração

    ResponderExcluir
  3. Oi Milene!
    Realmente precisamos acordar e lutar por um país melhor para nós e nossos filhos. Excelente texto minha amiga. Tente descobrir do que um abraço é capaz. Quando bem apertado, ele ampara tristezas, combate incertezas, põe a nostalgia de lado.... Por isso eu vim trazer o meu abraço para você e agradecer a tua presença e as doces palavras de carinho que você deixa em minha página a cada visita. Partilhar da tua amizade é um privilégio. Sou grata por sua amizade e companheirismo. Beijos com meu afeto e carinho
    Gracita

    ResponderExcluir
  4. Tomara que o gigante tenha acordado mesmo, Milene! O governo recuou e anulou esse vergonhoso aumento do transporte público, mas não pode ser bonzinho, e sim por cagaço. Querem que todos fiquem quietos de vez. Espero que os movimentos não parem e que os vândalos sejam devidamente presos. Há umas 136.775 reivindicações a serem feitas ainda. Mas a segunda-feira foi histórica. bjão!

    ResponderExcluir
  5. Gostei de ver o governo recuar, após expressa manifestação no sentido de que os aumentos eram irreversíveis. O povo consegue, basta querer. Só espero que, nas eleições, mostrem a mesma consciência. Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Até onde eu sei, esse movimento é o primeiro sem a articulação de um partido político. Isso é salutar, pois nascedouro do povo, esse grito é um basta ao status quo, a falta de ética de TODOS os partidos políticos na administração da coisa pública. Não basta apenas o confirma na máquina de votação, é preciso estarmos sempre atentos para, da próxima vez q os políticos atentarem contra o povo, irmos à rua gritar. Tenho certeza q depois de grito, eles, os políticos, atentarão para os anseios da população. Bjos.

    ResponderExcluir
  7. amém!

    Eu estava no fora Collor em 92 e estou morrendo por não participar deste. Tava na hora do povo acordar!

    Bjos

    borderline-girl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. A sua emoção é transparente neste belo texto, retratando a explosão de corações que se espalhou por todo o Brasil, como você mesma viu e participou na sua cidade. Que o Brasil acorde e se mantenha vigilante!
    Chega de abuso!
    Bjs, Milene!

    ResponderExcluir
  9. Os que foram às ruas foram contados. Faltou contar os que, impossibilitados de fazê-lo, vibraram em suas casas. QUANTOS SERÃO?

    ResponderExcluir
  10. Milene,
    Estou a acompanhar com bastante interesse as manifestações de descontentamento do povo brasileiro. Oxalá elas conduzam o país para um patamar de maior justiça social.

    Beijo :)

    ResponderExcluir

  11. Falou bonito, querida.
    Também senti orgulho pelo despertar do gigante sofrido e desrespeitado pelos governos inescrupulosos e egoístas. Foi lindo e teria sido ainda mais lindo não fosse a presença dos vândalos oportunistas, que mancham a imagem do movimento.
    Você ressaltou algo de extrema importância, ou seja, que o fôlego se estenda até o momento do voto, quando o povo poderá sacramentar sua revolta e inconformismo.
    Que nossos jovens continuem atentos e que todos os brasileiros continuem a mostrar aos governantes e ao mundo que nada é mais poderoso do que a voz de um povo unido e consciente.

    Lindo domingo procê.

    Ah... ouvi dizer, não sei se tem procedência, que o exército recebeu ordens para monitorar as redes sociais. Será???

    Beijão.

    ResponderExcluir
  12. Mi, que linda expressão de sentimentos vindo lá do fundo da alma de mais uma brasileira, que já era por sinal: inquieta!rs

    Todo gigante tem força e este em especial tem múltiplas pernas, mãos, bocas, e um canldeirão infinito de tintas para pintar rostos e refazer o estrago que borrou nossa bandeira, né não?

    E pra você eu vim dizer especialmente:

    " Se a poesia pode gerar novidade
    o canto da cotovia há de ecoar
    amor, confiança e prosperidade
    outrora sonolenta - amizade: prosperar"

    da Lu para Mi
    bacios
    :)

    ResponderExcluir
  13. Milene, tudo bem?
    Muito bom o texto!
    Pois é..., parece que renasci junto com o Brasil, porque estou me sentindo de novo uma adolescente que saia às ruas de cara pintada.
    Creio que esse momento de fato é histórico, porque estamos exercendo nossa cidadania, até quem porventura não esteja participando ativamente dos manifestos, mas está nas redes sociais dando recado, ou escrevendo, enfim, se manifestando como o possível.
    O importante é que essa manifestação também esteja presente nos votos. A questão é que está cada vez mais difícil separar o joio do trigo, parece somente haver joio.

    Grande beijo e ótima semana!
    Estou adorando te acompanhar por aqui!

    PS.: Lindinha a foto de perfil do face :)

    ResponderExcluir
  14. Mi, muito bem colocado teu post,só posso assinar em baixo pois concordo com todas as tuas palavras. é a primeira pessoa que fala do assunto de forma tão poética...
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Pois é...dá um orgulho nessas horas...dá um sopro novo da tal esperança de que somos nós os agentes de toda e qualquer mudança...dá gosto viver!
    Beijuuss minha Minina_maaada

    ResponderExcluir
  16. Dias lindos Mi! Nunca pensei ver isso aqui no Brasil e me sinto tão orgulhosa e tão feliz de ver essas manifestações que até esperança me permiti sentir movente!

    Lindo teu post! Beijos

    ResponderExcluir
  17. "E a alta burguesia da cidade não acreditou na história que eles viram na tv..."
    Eu também nunca me imaginei participando de algo assim. Nem sonhava que isso algum dia aconteceria. E participei. E foi bonito por aqui. Nos resta agora é esperar pra ver se vai render.

    Bejus

    ResponderExcluir