terça-feira, 25 de junho de 2013

OLHA PRO CÉU, MEU AMOR...


QUERO SER BONITA E ENGRAÇA PRA SEMPRE... 
POR FAVOR, CONCORDEM.

Você está bonita e engraçada nessa foto”... Um amigo me fez esse comentário há algumas horas, acerca da foto onde o milho tenta, em vão, ofuscar o meu charme agrestino e eu, que a princípio fingi desconfiança, achei original e bonito que só o elogio.

No momento dessa foto, em que me disseram bonita e engraçada (quero ser isso toda hora agora) havia uma lua linda no céu. Há dias diziam que na noite de ontem ela estaria mais próxima da terra e por isso, perspectivamente maior. Não sei. Minha leitura científica é quase nula, mas minha leitura romântica gosta dela de todo jeito. Então, enquanto comia o milho assado pelo meu irmão Jean, na calçada da minha mãe, eu espiava pro céu de inverno a todo instante, querendo gritar: “criatura prateada do céu, como você está deslumbrante!”...

LUA URBANA...
LENÇOL DE PRATA SOBRE NOSSAS CABEÇAS

Enquanto a lua fazia vigília lá de cima, no terreiro as crianças corriam e se divertiam com os os brinquedos de fogo. Chuvinhas, traques e outros mais modernos iluminavam ainda mais o ambiente e arrancava sorriso delas. As bombas... pausa para respirar... Das bombas eu só queria saber quem diabo as inventou. Por que alguém algum dia achou divertido aquele barulho de guerra e resolveu inseri-lo numa festa tão bacaninha e inocente? No imediato instante em que uma bomba junina é lançada aonde alcancem meus ouvidos, um ódio profundo toma conta do meu ser amoroso e eu fico com bastante vontade de encontrar quem a soltou, para docemente colocar dentro da sua boca.
Mas, sim, sou uma pessoa boa e doce.

Falando em amor, doçura, e tudo mais que seja bom dentro do coração da gente, eu acho que ontem vi o amor. Fez-se concreto à luz dos meus olhos e foi quando vi minha irmã com o Miguel, que a vida lhe deu, aconchegado nos braços. Eu que a conheço tão bem jamais pensei que em menos de uma semana da chegada desse menino na sua vida, o brilho nos olhos dela mudasse completamente. “Eis minha razão de viver”, ela já diz. Que espécie de magia é essa a transformar tão lindamente o jeito de ver e viver de uma pessoa, porque agora ela tem o direito de ser mãe? Eu não sei, jamais saberei, mas ver isso de perto é uma das maiores emoções da minha vida, é sim! O Miguel, que não tinha ninguém, agora tem pai e mãe e um bocado de gente a lhe dar amor.

MIGUEL - TÃO MIÚDO E TRANSMISSOR
 DE UM AMOR TÃO PODEROSO

Acabou-se a noite junina e veio o dia preguiçoso de feriado que mais parecia uma extensão do domingo. E de tarde lá se vem discurso presidencial, pois, em virtude dos protestos que não cessam, Dona Dilma achou por bem vir a público lançar pactos e promessas a fim de estancar um pouco a sangria. Agora, tia? Agora é necessário se priorizar a educação? Agora a corrupção deve ser considerada crime hediondo? Agora todos os outros lero-leros? Eu perguntaria, se oportunidade tivesse, segurando meiga e dicunforçamente no seu cabelo cheio de laquê, o porquê de tanta demora em fazer o óbvio inerente à sua função. Mas, abraço amorosamente o sábio clichê e digo: antes tarde do que jamais... Né não?

Esperemos. E se preciso, marchemos de flores em punho.

Um beijo. Uma lua. Sem bombas. Inté!


18 comentários:

  1. Eu nem prestei muita atenção na foto da lua porque fiquei de olho nesse milho queimadinho aí que vc tá comendo. Que inveja maldita!

    Olha, eu só gosto daqueles lindos fogos de artifício coloridos e espetaculares. Esse que só soltam fumaça e fazem barulho foram uma das invenções mais cretinas que fizeram. Só servem pra amedrontar os bichos e nos torrar a paciência. Quem compra poderia enfiar toda a pólvora lá...enfim.

    Lindo o filhinho da sua irmã. bjssss e boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Meu comentário será curto, vc é linda e o milho é gostoso. Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Essa foto tá linda mesmo e acho que mandaste olhar pra cima pra não colocarem olho nesse milho,rs E Miguel ganhou e trouxe o amos. Lindo! Transforma tudo,né? beijos, beijinhos,chica

    ResponderExcluir
  4. [não sei quem era mais exibida!]


    mas tu poooode tudo Lele.


    beijo

    ResponderExcluir
  5. Miguel: "IGUAL A DEUS"

    precisa de mais o quê????


    feliz por todos vocês.

    ResponderExcluir
  6. eu também odeio bombas, muito mesmo. Qual a necessidade de se ouvir um barulhão, gente? Fora a maldade que algumas crianças fazem usando elas contra bichinhos...
    Aqui no Nordeste a festa é grande, mas eu não fui ver nada. só comi comidas de milho e estou maluca pra fazer um bolo de milho com leite condensado que é de comer rezando!

    Quanto às promessas da tia Dilma, sabe que eu pensei a mesma coisa? Já que dava pra tentar fazer as mudanças, porque não fizeram logo, meodeus?

    Um bom dia pra ti com mto sol.

    eilan

    borderline-girl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Prantado no São José
    Colhido no São João
    Comido com graça e fé
    Sob o luar do sertão
    Fugindo do buscapé
    Poetizando o Migué
    Vancê num é fraca, não.


    Beijos, Mi.

    ResponderExcluir
  8. Primeiro: gostei muito de ver a tua carinha, e me deu vontade de dar uma mordida...no milho, é claro!
    Eu acho que as festas juninas têm muita coisa boa: milho, pipoca, quentão, pamonha, cachorro-quente, quadrilha (a dança) e o ambiente agradável que geralmente envolve a todos.
    Mas, tem duas coisas que eu não gosto: os balões e os rojões!
    Estes podiam ficar lá fora!
    O anjinho Miguel está só vendo e ouvindo as imagens e sons que o acompanharão pela longa caminhada que o espera...
    Que ela seja de paz, saúde e harmonia!
    Bjs, Milene!

    ResponderExcluir
  9. Olá Milene!! Tudo bem, minha amiga?

    Poucas coisas são mais gostosas que a festa junina. Pra mim, só o natal. Haha, e sabe que concordo quanto às bombas? Uma bobeira perto de uma festa tão doce, como você bem disse. :)

    Obrigado por nos levar para essa festa! Senti até o gostinho do milho assado!!!

    Beijo, minha amiga!

    ResponderExcluir
  10. Tá linda mesmo...engraçada? Purcausdiquê? Pra mim linda...devorando esse milho assado que fica doce atééé, adoro! Miguelito (posso chamá-lo assim?)chegou desabrochando amor e esparramando aos quatro cantos juninos. Sabia que as crianças nascidas nesse milênio são super es-pe-ci-ais? Depois dê uma pesquisada no google...crianças índigo, cristal, arco-íris e diamante... enquanto ele cresce e demonstra qual é a dele, vá babando Tia Mi, pois é isso que fazemos por conta desses seres lindos e maravilhosos! Parabéns procê, pros papais, avós e bisa!
    Beijuuss felizes

    ResponderExcluir
  11. Nossa nem vi festa junina aqui na minha cidade!
    Sabe o que é passar batido mesmo! Que coisa triste!

    ResponderExcluir
  12. Me dá uma mordida desse milho senão vai te fazer mal kkkkkkkkkkk

    Quanto tempo não como milho assado na brasa. Por aqui o pessoal prefere milho cozido na água.
    Essa é a magia da festa junina. Viva são João e viva o Miguel.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. O milho saboroso, que saudade me deu da infância e seu brasido aceso no chão, a tostar os grãos das espigas de milho postas em pé, apoiadas umas nas outras, tal qual um forte a rodear a vermelhidão que ardia as achas da lenha queimada...noites enluaradas tb, rodas de conversa e causos, saudade, saudade imensa...

    Agora, xapralá a lua e seu esplendor, nada, seguramente, é mais deslumbrante do que a imagem que viu... nada é mais importante do que esse pingo de gente que alumia o coração de tantos queridos seus!!! Bem vindo Miguel, que haja no mundo em que vives, muito amor pra fazer desta vida a tua história bonita, a tua caminhada feliz!!!!

    Beijos da Tia Dê...pra Tia Mi e pra todos vocês!!

    ResponderExcluir
  14. OI MILENE!
    QUANDO VI A FOTO DO MIGUEL ME DERRETI TODA, VISTO QUE SOU MÃE E SEI DO QUE FALAVAS, MAS QUANDO ME PREPARAVA PARA RESPONDER FALASTE NA DILMA E MEU SANGUE GAÚCHO FERVEU,ENTÃO EM TEU TEXTO PASSEI POR VÁRIOS SENTIMENTOS, RISO, AMOR E RAIVA.
    PROVA QUE TENS INTIMIDADE COM AS LETRAS E POSSUIS O PODER DE DESPERTAR EM QUEM TE LÊ, VÁRIOS SENTIMENTOS.
    VAMOS CONTINUAR NOSSA LUTA PELAS REDES SOCIAIS, PORQUE NADA ESTÁ DEFINIDO AINDA TEMOS MUITO QUE LUTAR.
    ABRÇS AMIGA E FICA COM DEUS.
    A LUTA CONTINUA!
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. prefiro vc sem o milho,kkkkkkkkk mas está bonita e engraçada, talvez por causa do milho...
    teu post sempre um misto de poesia e critica ácida, adoro! bjs

    ResponderExcluir
  16. Hehehehehehe. Essa Dona Dilma merece mesmo uns puxões naquele laquê todo.

    A lua... ah, a lua. O que vc vê na lua?
    Eu vejo uma carinha, toda fofa. Mas até hoje só eu que vejo isso. Os outros veem São Jorge e seu dragão ou simplesmente algumas manchinhas.

    Um beijo pra ti e outro no fofo do Miguel!

    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  17. Milene,
    Os seus textos encantam-me sempre. E sem bombas! :)

    Beijo :)

    ResponderExcluir

  18. Olá querida,

    Fiquei com vontade de comer milho quando vi você no face a degustá-lo.
    Criança recém nascida é magia pura e não há quem não se derreta diante delas, principalmente as tias; eu que o diga! Para as mamães, então, difícil definir o amor diferente que seus olhos refletem.
    Tenho horror à bombinhas e mais horror às bombas que têm explodido nas ruas.
    Nossa Presidente custou a aparecer para se posicionar e nosso Congresso fez até hora extra. Tudo para acalmar o povo que, com certeza, não haverá de se curvar mais diante de desmandos e de promessas vãs.

    A lua... ah, a lua! Linda de viver!

    Beijão procê e dê uns amassos no Miguel por mim.


    Por cá, tudo sob controle. Obrigada!
    Domingão bacana por aí. Bjs.

    ResponderExcluir