terça-feira, 6 de agosto de 2013

OS DEDOS DA CENTOPEIA


“Latumia do bute” era o que vovó exclamaria diante de tantas coisices acontecidas dias sim e em outros também, nessa vida que para jamais.

Pois hoje eu me surpreendi, e não sei porque ainda me surpreendo, com uma notícia telemostrada depois do meio dia. Dizia que na assembleia legislativa do Distrito Federal foi aprovada uma lei que garante a quem denuncia crime de desvio de verba pública dez por cento da quantia recuperada.

Oxente, rapaz! Não compreendo essa necessidade de nesse país ser preciso pagar pra tudo, inclusive pra se agir corretamente. Não seria obrigação do cidadão denunciar qualquer coisa comprovadamente torta, sob o ponto de vista da legalidade? Devo receber pra praticar de honestidade? Talvez seja uma percepção um tanto radical da minha pessoa injuriada. Talvez isso seja legítimo e acabe estimulando o sujeito a contar o que viu nos porões da gestão pública... A mim, porém, soará pra sempre estranho isso de se receber uma ‘gorgeta’ por se cumprir o papel de filho da Pátria lascada de tanta roubalheira.

Deixemos para lá essas questões toda vida confusas do desmantelado cotidiano político nacional. Falemos, pois, das centopeias e seus incontáveis dedos. Eis aí uma questão mais  filosófica do que científica, de extrema importância. Terão dedos os mais de cem pés da centopeia? E se sim, quantos serão os dedos? Responda-me se for capaz, rapaz! Eu brinquei usei o bichinho multipernas numa frase no Facebook, tomada pela vontade de ironizar as pessoas que se orgulham de ter pouquíssimos amigos verdadeiros, os quais se dá pra contar em meio dedo. É um tal de externar mágoa disso, mágoa daquilo, que verdadeiramente me instiga vontade de uma voadora verbal.

Então surgem os clichês das redes sociais, das pessoas vestidas em armadura de ferro contra qualquer possibilidade de sorrir por medo que o outro já lhe apunhale um sorriso de volta. “Amigos de verdade eu conto nos dedos”... Pelo menos vinte amigos ela pode ter, né? Já é bacaninha. Então eu postei que “amigos de verdade eu conto nos dedos das minhas cinco centopeias”... Brincadeirinha, óbvio. Eu demoraria mais tempo contanto todas as perninhas do bicho, do que dizendo amigos por aí. E eu os digo. E eu gosto. E se depois não for? Ah, melhor quase ter sido do que eu ter fechado abruptamente a porta da possibilidade.

Palavras terminadas para essa noite semifria, vestirei meu moletom surrado e camisa do vereador que não desviou verba pública, porque senão eu o denunciava e receberia um carinho remunerado de volta, e dormirei a noite da justa. Brincadeirinha! Já pensou se Santo Antonio resolve aparecer por aqui justamente hoje, tendo essa ideia da visão do inferno? Nunca mais ele manda um imprestável pra eu chamar de meu.


Sonhemos, pessoas, sonhemos... Deixemos que a noite se deite, silenciosa e observadora, sobre os nossos telhados e corpos. E a amanhã.... Amanhã? Outro dia pra não se deixar a vida seguir por aí sozinha. Vamos nós, vamos sim.

14 comentários:

  1. Então vamos que vamos, oras!!!!
    Gostei muito deste seu texto.
    A centopeia tem tantas patinhas e anda tão devagarinho,,,

    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Eu tb os digo, e anuncio sempre meu afeto... né, Mi_nha moça querida?

    Nunca pensei nos pés da centopéia, e quantos dedos cada um teria... sempre achei que os pés eram "umas franjas" que fazem o bicho "andar"... mas, deixemos a resposta pra amanhã, quem sabe em sonho, alguém nos vem contar??? (sem cobrar um tostão fuardo pela informação, of course!)

    Beijos, Mi... tenhamos uma noite silenciosa, antecedendo um dia FELIZ!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: tostão "furado"... mas, voltei mesmo foi pra falar dessa roupa nova... beeeemmm bacaninha... achei lindo esse retrovisor... combina com as tuas Inquietudes... ;)

      Segundo beijo!

      Excluir
  3. Deveria ser da índole manter a justiça e não roubar, e oferecer dez por cento parece uma forma de recompensa a quem não devia roubar né! E na questão facebook, há pessoas que lapidam uma imagem, e acham ligações tão sem verdades não é? abração

    ResponderExcluir
  4. Não nos cabe mais nada a não ser seguir...De olhos bem abertos sempre pra enxergar tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo! beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Nossa que layout mais lindo do mundoooooo!!!!


    [eu não largo da tua mão....nunca!]



    Beijo LeLe


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Margoh, não estou conseguindo abrir o "Fiapos"... desculpe a ausência forçada. O meu "Chrome" trava com erro e não recarrega.
      Beijos.

      Excluir
  6. Peraí... quer dizer que vem aí o bolsa-denúncia? Vai ter muita centopeia com dores nos calos...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Mais uma maravilhosa peça de espírito...
    Gosto muito da forma como você se transforma em palavras, muito bonito
    Beijo Milene

    ResponderExcluir
  8. Mueir, eu fico imaginando um diálogo hipotético entre o denunciante e o corrupto:
    Corrupto: o governo lhe dá dez por cento se me denunciar.
    Denunciante: vc dá qto para eu não denunciar?
    Essa lei é a prova de q não exista pessoas honestas neste país. O próprio governo demonstrando a sua incompetência qdo cria leis deste tipo.
    Bjos, amiga.

    ResponderExcluir
  9. Vengo del blog de Milene Cristina y me ha encantado tu Rincón; por lo cual, si no te importa, me hago seguidor de tu Bello Espacio.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Não é de hoje que a desonestidade campeia a passos largos por nossa Pátria amada Brasil. Essa lei é uma forma que o governo encontrou de comprar a honestidade de quem é de boa índole. É mais uma aberração.

    Concordo com o comentário do Paulo. Pela quantidade de patinhas que há na centopeia, esse bichinho deveria locomover-se a velocidade de um raio.

    Quem tem um amigo, já tem um tesouro.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Adorei, como sempre. Milene. Sobre "pagar por tudo", é uma vergonha que até para mudar o testamento seja necessário pagar para o governo. E para CARO! Lugar podre!

    É melhor pensar um pouco na centopeia mesmo e seu suas pernas com ou sem dedos...

    Amanhã é outro dia...Bjão

    ResponderExcluir
  12. Venho lá da outra postagem e me surpreendi com a inquietante novidade: seu comentário será publicado depois de aprovado. Oi? Dessas notícias ainda me assombro é com um pirralho de 13 anos matando toda a família... e pensei que estava atualizada com as novas doenças da alma, mas não estou mesmo!!!
    Beijuuss amaaaada Mi_nina

    ResponderExcluir