domingo, 6 de outubro de 2013

POR QUEM OS GRILOS CANTAM

Da série “EU SÓ QUERIA ENTENDER”: Quando uma pessoa diz gostar mais de bicho do que de gente, ela se odeia e está num treinamento intensivo para se tornar uma coruja, um rinoceronte... um grilo? Só pra saber...

Enquanto cito os grilos, ao meu redor eles saltitam felizes e destrambelhados. E cantam. E como irritam com esse canto tosco. Pensa-se seriamente em mudar o nome da cidade para Aragrilo, ou Grilolândia, porque por aqui os sujeitinhos estão se sentindo bem à vontade, não sei se uma espécie de praga do Egito com efeito retardatário, mas eles estão de fato insuportáveis. Uma noite dessas levantei na madrugada para tentar um acordo com uns cantadores embaixo da minha cama. Mandei a real pro bicho: “Caramba, a pessoa tem que dormir pra trabalhar direito amanhã. Para com essa cantoria desafinada e irritante”. Me olhou com cara de desdém o cantor e seguiu na serenata.  Eu, injuriada, chamei a polícia... ops! Chamei o chinelo. Estou me especializando na arte de exterminadora de grilos.

Isabella pergunta: “Vó, grilo é de Deus?“. A vó, minha mãe, responde: “Sim, filha. Não mate os bichinhos não”... Não consigo mensurar um céu cheio de grilos saltitantes e cantadores, roendo as nuvenzinhas. Tenho cá comigo a impressão de que Deus ficaria um tempo num SPA celestial.

Querendo uma praga de bombons. Querendo, só...

Além de grilos, o shopping recém inaugurado na cidade é pauta para toda conversa e resenha. E o povo a me perguntar: “e o shopping, Milene?”. Da minha vontade, responderia: “tá lá”. Por que essa sangria desatada para conhecer o templo do consumismo, se dinheiro que é bom, me falta? A menos que o prédio tenha sido construído por dois dos três porquinhos, que não fez conta do concreto, não há porque tanta ligeireza na visita, porque há de se soprar um bocado sem que as paredes desmaiem. É o que esperamos, todos.

Agora Arapiraca está uma belezura de evoluída. Não pelos grilos, mas pelo shopping que carrega o nome do motel mais famoso da cidade. Minha irmã disse que será a desculpa perfeita para as pessoas puladoras de cerca chegarem em casa dizendo que estavam no Garden... o shopping, não o motel. Pra ficar tipo uma coisa estupenda só falta mesmo um pedaço de mar. Custava inventarem um canal feito querem fazer com o Chicão, o rio e não o papa? Lá do litoral Sul dava pra cavar um túnel e desembocar água salgada até o agreste e aí, que maravilha seria o mar fazendo fronteira com o sertão. Ideia massa, né não?

Vou-me, agora, porque ainda há muita noite para se ouvir o canto odiento dos grilos. Se ao menos fossem coloridos feito as borboletas, eu os caçaria para colecionar. Como não o são, melhor que se vão de imediato para o além-grilos.

Sem conexão nenhuma com grilos, shoppings ou motéis, a imagem é só pra enfeitar meus arremedos de palavra fingindo serem versos...


Vamos ter uma semana boa que só, não vamos? Beijos!





19 comentários:

  1. Ahahhahahaha,
    Milene no seu melhor!
    Parabéns ||
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Esses grilos foram mandados pelo K...kkkk
    Então para se matar as vontades da carne se vai al Garden. Da l endereço de uma pensão bem baratinha que eu vou passar uma temporada aí. Bjos, do bicho grilo.

    ResponderExcluir
  3. Também me espanta o crewscimento desses monstros do consumismo...Detesto, pra mim é programa de índio... Os grilos? Gosto de ouvir,rs beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá! O templo, os templos, consumismo importado," marketererizado ", shoping: e cade a poesia, linda poesia, palavras grandes criadoras da fantasia, bonita, as vezes real, legal! abraços

    ResponderExcluir
  5. Larga de mimimi, Mimi.
    Os grilos cantam por ti, cri-cri.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Milene, adorei seu texto,pois nos fornece muitas formas de fazermos a leitura dele.Ah! Os grilos....e de todas as espécies. Belo texto.Grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. hahaha, Ai Milene, adorei seu texto. Ri muito no começo, porque apesar de também (ainda) gostar das pessoas, ontem comentei com minha filha que se houver outra encarnação quero voltar como passarinho. Óóóóiiii! hhahaha
    Também não consigo compreender a sangria desatada que invade as novas construções comerciais. tirando a questão das promoções que cercam os dias de inauguração, concordo que os Três porquinhos não devem realizar seus ofícios no mundo dos humanos.
    Sua frase combinada à imagem é de uma beleza singular. Até a solidão pode ser bonita de acordo com os olhos que a enxergam.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. tu é sensacional!

    saio rindo...rindo.


    beij0

    ResponderExcluir
  9. kkkkkkkkkkkk dessa vez sobrou até para os grilos... São Francisco de Assis está de olho em suas criaturas, veja bem o que vais fazer. Os grilos cantam por aqui porque são felizes. Seus semelhantes em países como China e Índia, são iguarias finas para o paladar humano.

    Grilos e shopping, nada mais é do que a junção do rústico com o moderno. Isso é chique...
    Abração.

    ResponderExcluir
  10. Hahahahahahahahaha MíLi, vc é um barato!!!
    Venho aqui e dou muita risada!

    ResponderExcluir
  11. Grilos são irritantes (kkkkkkk). Aqui em BH não os vejo, mas conheço esse seu canto, do interior.
    Gostei do nome do shopping ser idêntico ao do motel. O que vai ter de gente dizendo que estava lá (no shopping) , sem necessidade de maiores explicações. Só rindo!! Grande beijo.

    ResponderExcluir
  12. Não posso deixar de elogiar os versos. Comecei a leitura por lá (rss). Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Bem, Milene, aqui no RJ eu não vejo grilos, a não ser se for pra Floresta da Tijuca à noite, o que não é o caso. Mas tenha a minha solidariedade. rsrs Tem um novo Shopping aí? Eu vou ao Shopping perto da minha casa pra ir ao cinema.Só. E lindo poema. Bjsssss

    ResponderExcluir
  14. Prefiro animais do que bicho! Prefiro mesmo e só pra constar, amo grilos e shoppings huahauhauhauahauhauhauha

    Mi, no que gosto é da essência dos animais, são seres sem malícia, sem falsidade, mas adoooro seres humanos tb, é claro!

    ResponderExcluir
  15. Sabia que esse shopping foi construído por um povo daqui? Li a respeito desse "investimento" em Arapiraca. Espero que esteja um verdadeiro jardim rsrs. Quanto aos grilos posso garantir que são bem melhores fazendo zoeira fora de você...e infinitamente menos barulhentos que uma obra (construção de prédio) ao lado de sua casa e que começa as sete da matina...afff
    Beijuuss Mi_nina poetisa

    ResponderExcluir
  16. Milene... rsss.. aiiii tive que rir, seu texto está bom demais.

    Eu tambem nao tenho dinheiro para gastar, então, não vou aos shoppings. Sou uma mulher que ama moda, mas não entra em lojas a fim de não entrar em depressao tambem! rsss....

    Tem momentos que grilos são bem melhores do que gente. Tem gente que come grilos fritos, mas eu prefiro os animais vivos, do que gente chata ao lado.

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. E os grilos, que mal fazem, se seu cantar é canção de ninar? Meu beijo e o convite para visitares meu post A BUSCA DO NIRVANA.

    ResponderExcluir
  18. OI MILENE!
    DEPOIS DESSA MATANÇA TODA, RSRSRSR, OS GRILOS IRÃO EMBORA NA CERTA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Um grilo, em plena noite,
    É companhia odienta
    A pensar na minha vida
    Pego no chinelo, decidida
    Já matei mais de oitenta.

    Beijo :)

    ResponderExcluir