terça-feira, 24 de junho de 2014

SOBRE A AMOROSA PRECISÃO DE OLHAR

                                                                            


“Acredite no seu olhar...ele é único”. Me disse assim o poeta hoje, mais cedo, praticando da sua aparente habitual gentileza.

Parei um tanto pra pensar nessa coisa de acreditar no meu olhar e no que pode brotar através dele. Por que olhar é além do que eu miro e visualizo. O olhar vem de dentro e é transformador. Aquilo que meu olho vê será bonito, especial ou corpo esquisito sujeito à invisibilidade, dependendo de como eu faça nascer, primeiro, o olhar de dentro de mim.

Eu cuido, todos os dias, pra não deixar me escapar o riso do olhar. E nem o amor morando nele. Por que quando preciso afrontar as dores, minhas e do mundo, aquelas vis e cotidianas que não dá pra ignorar, pelo menos eu posso percebê-las sem que me tome o total embrutecimento.

O meu olhar tem fome, um abraço doce e uma inquietude voraz. O meu olhar é terno. O meu olhar suplica. O meu olhar vagueia. O meu olhar canta cantiga de amor. O meu olhar é meu e gosta de andar por aí a declamar poesia pro mundo.



(Gosto quando olho com você o mundo
gosto mais do mundo 
quando posso olhar pra ele com você ♫ ♪)


12 comentários:

  1. Olá MiLi, tudo bem?
    Menina, que texto bonito esse hein?
    Gostei demais, e acho que é isso mesmo. Tudo nasce dentro da gente, e a gente tem que aprender a pintar o mundo com a nossa positividade, e saber que tudo bem de Deus!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Aplaudindo daqui.,Milene! Vamos olhar com olhos sempre de tudo ver! beijos,lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  3. Poetisa Milene, sempre lindo o que você oferece se tratando das coisas da alma...
    beijo
    (enganei-me e não sei como editar por isso exclui ;) )

    ResponderExcluir
  4. Há mais em teu olhar do que muitos conseguem enxergar.. essa meiguice que eu gosto, o atrevimento que te faz única e especial - pq corajosa és!
    Definiu teu olhar com a infinita delicadeza de quem bem se conhece... amei Mi!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Lindo.


    Mas não vou legendar o seu olhar.... rs



    beij0


    (nao me leve a serio)

    ResponderExcluir
  6. Lindo teu jeito de olhar e sobre ele lembrei do que disse ontem à noite sobre beijos deliciosos.
    Depende de como quero sentir e se quero sentir muito, o beijo será ainda mais delicioso mesmo que quem nos ame, se ache meio sem graça. A graça somos nós que colocamos em tudo.
    Você tem a graça que eu quero que vc tenha, só porque eu resolvi gostar muito de você.

    ResponderExcluir
  7. É desse tipo de olhar que o mundo e as pessoas precisam. Olhar que enxerga e transforma.

    A propósito, ficou bonito o óculos em seu olhar.
    Abraço, Milene.

    ResponderExcluir
  8. Milene, ah, Milene... não raras vezes, quando venho aqui, saio com poesia transpirando pelos poros. Não sei nomear o que sinto, e acredite, não sou puxa-saco de falar isso só para lhe agradar. Ler suas palavras é como receber um afago na alma.
    Tenho a mesmíssima visão sua. Um olhar que enxerga o que é bonito e bom... que revela o que a alma oferece para ser compartilhado para o bem. Tudo é uma questão, não do que olhamos/sentimos, mas do como olhamos/sentimos. Que não nos falte amor, penso que ele é o meio que nos permite olhar assim. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Olhares sempre renovados.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Este teu olhar
    Quando encontra o meu...

    ResponderExcluir
  11. Tudo novo por aqui hein?! Acostumo, mas o que não acostumo e sempre me surpreendo é com sua escrita!
    Beijuuss minha Mi_nina

    ResponderExcluir
  12. O que o poeta lhe disse é lindo, Milene, mas o que vc escreveu é ainda mais. Bjs

    ResponderExcluir