sexta-feira, 1 de abril de 2016

O CHÃO E AS ASAS



- E você não dança?
Perguntou-me o menino.
- Não! Só com a minha alma eu danço,
Afirmei, categórica e lamentosa.
O corpo não me tira do chão.
O corpo não me tira do chão!
Maldito corpo cheio de erros!
Bendita alma cheia de asas.
Eles são a minha casa
Meu desvario
E eu não me caibo de inquietude
Nessa canção
De me dançar. 


10 comentários:

  1. E eu aqui te aplaudo.Que coisa linda! E como vale dançar com a alma! ADOREI! bjs chica

    ResponderExcluir
  2. A sua arte é filha da memória
    Diz o que viu tão lindamente!

    beijo querida!

    ResponderExcluir
  3. "Bendita alma cheia de asas" !! Como é bela sua colocação! Essa dança com que nos brinda é mais que especial. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. OI MILENE!
    ENQUANTO HOUVER VONTADE DE DANÇAR, NEM TUDO ESTARÁ PERDIDO, POIS A DANÇA COMO A POESIA É UMA GRANDE EXPRESSÃO DE NOSSO SENTIR.
    BONITO DEMAIS AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lindo minha amiga!
    Triste daquele que não dança nem com a alma... Está fadado à tristeza!

    ResponderExcluir
  6. Estava convencido que tinha comentado.
    Não recebeu o comentário??

    ResponderExcluir
  7. Enquanto houver essa inquietude, os erros estarão perdoados. Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Esse poema representa vc e seu blog com perfeição, Milene. Adorei. bjs

    ResponderExcluir
  9. Tão linda que vim avisar que acabou de entrar como semente por lá! Espero gostes! Podes ver aqui:
    http://canteiroqueunesementes.blogspot.com.br/2016/06/41-sementevem-da-milene-lima.html

    bjs, chica

    ResponderExcluir
  10. Vi na Chica o seu poema e vim conheçer o seu espaço. Bonita dança. bjs

    ResponderExcluir